José Raposo revoltado com morte de ator: «Que tristeza de país!»

José Raposo relembrou José Lopes, que morreu numa situação de miséria extrema. O ator de 61 anos foi encontrado morto na tenda onde vivia, nos arredores de Sintra.

11 Dez 2019 | 19:10
-A +A

A morte de José Lopes está a gerar revolta e comoção. O ator de 61 anos, cujo velório se realiza esta quarta-feira, 11 de dezembro, foi encontrado morto na tenda onde vivia, nos arredores de Sintra. José Lopes, um rosto conhecido do mundo do teatro e do cinema independente, foi professor e trabalhou com Luís Miguel Cintra, um dos mais famosos encenadores portugueses.

 

View this post on Instagram

 

Hoje acordei com esta notícia que me transtornou completamente: “MORREU O ATOR JOSÉ LOPES. MORREU SOZINHO NUMA TENDA ONDE VIVIA, SEM MEIOS PARA SE SUSTENTAR”. No facebook um amigo, António Alves Fernandes, escreveu:”Aos 61 anos, este andarilho da cultura foi encontrado morto na tenda onde dormia (desde que a segurança social lhe cortara o rendimento mínimo), nos arrabaldes de Sintra, junto a uma estação de comboios… Não se sabe a hora nem o dia em que tal facto aconteceu. Dizem que morreu de causa desconhecida…”!! Que tristeza de país! Um dos maiores alicerces da Democracia supostamente seria a Cultura, mas neste país só se ouve falar em economia, economia, economia!!!! E acreditem, muitas pessoas ligadas às artes vivem em condições desumanas como acontecia com o José Lopes…! Estou indignado!!! Ponho os mesmos hashtags da minha colega e amiga Ângela Pinto: #paísdemerda #paíssemcultura #paíssemamor #paísindigno #governosdemerda

A post shared by José Raposo (@joseraposoofficial) on

José Raposo mostrou-se revoltado com esta morte trágica. «Que tristeza de país! Um dos maiores alicerces da Democracia supostamente seria a Cultura, mas neste país só se ouve falar em economia, economia, economia!!!! E acreditem, muitas pessoas ligadas às artes vivem em condições desumanas como acontecia com o José Lopes…! Estou indignado!», escreveu o José Luís da série da SIC Golpe de Sorte.

 

Ângela Pinto, atriz da novela da SIC Terra brava, partilhou o pedido de ajuda monetária para pagar o funeral de José Lopes, tendo também manifestado a sua indignação. «Dói-me no peito… até sempre José Lopes, menino-actor de alma pura», escreveu a Arminda de Terra Brava.

 

Uma vida dedicada ao cinema e ao teatro

José Manuel Lopes nasceu a 31 de Março de 1958. Estudou Antropologia Social e participou em várias peças de teatro, como Os Negros, de Jean Genet, Vida e Morte de Bamba de Lope de Vega com encenação de Luís Miguel Cintra ou Epopeia de Gilgamesh, com tradução de Pedro Tamen e encenação de Adolfo Gutkin.

Trabalhou com Luís Miguel Cintra na docência da disciplina de direcção de actores na Escola Superior de Teatro e Cinema. No grande ecrã, trabalhou em produções independentes como Adeus Lisboa, de João Rodrigues, Interrogatório de Maria Mendes e José Pedroso, ou Longe de José Oliveira.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: redes sociais

 

Veja mais:
Ator de 61 anos encontrado morto em tenda. Amigos angariam dinheiro para funeral
«Incompetência»! Joana Amaral Dias abre o jogo sobre polémica à volta da morte do pai

 

PUB
Top