Judite Sousa: «Ele é o meu padre»

A diretora adjunta da TVI foi a primeira convidada de Fátima Lopes no novo programa «Conta-me como és». Judite falou sobre a profissão e sobre a amizade.

06 Mai 2018 | 14:44
-A +A

A conversa entre Fátima Lopes e Judite Sousa começou precisamente por aqui: «quem é a mulher por trás da profissional?». A pivot da TVI acredita que «as pessoas sabem quem é que está por trás daquela imagem» quando está «a comunicar as notícias num estúdio».

Há «quase 38 anos» na profissão, diz a própria, a vertente que mais valoriza na carreira são as reportagens que fez «no país e nos sítios mais terríveis do mundo». Aliás, a jornalista enumera algumas das situações que ultrapassou no terreno.

«Quando se começa a trabalhar aos 18 anos e se entra pela primeira vez num avião aos 19 anos e se vai para a China sem saber sequer colocar o cinto de segurança no avião é inevitavelmente uma mulher que é mudada por estas circunstâncias», descreve.

E continua a descrever situações que, considera, a tornaram a pessoa e a profissional que hoje é.

«Eu já entrei muitas vezes num avião sem saber se ia voltar viva ou morta. Eu já estive muitos dias sem tomar banho e a comer borrego cozido com as mãos».

Numa entrevista recheada de depoimentos de amigos Judite apareceu, por exemplo, Vítor Gonçalves. Sobre o jornalista da RTP, a pivot confessa: «ele é o meu padre». Judite garante que Vítor é o seu «melhor amigo homem», que sabe tudo sobre a sua vida.

«Não se forjam amizades em televisão, forjam-se conhecimentos. Há excepções, mas são muito poucos», afirma com a concordância também de Fátima Lopes.

Leia mais aqui!

PUB
Top