Júlia Pinheiro envolvida em polémica por causa de imagem. Mas críticos não têm razão

Júlia Pinheiro foi criticada por seguidores por se ter mostrado sem capacete em cima de uma bicicleta. Mas o que diz o Código da Estrada? A TV 7 Dias conta.

05 Abr 2021 | 8:50
-A +A

Júlia Pinheiro aproveitou o bom tempo para dar um passeio de bicicleta nas ruas de Lisboa na manhã deste sábado. A apresentadora da SIC registou o momento para as redes sociais, mas houve um pormenor que não escapou aos olhares dos mais atentos.

A comunicadora publicou a imagem no Instagram. “Manhã de sábado. Em duas rodas e feliz, por a minha cidade ter tantas ciclovias. Cada vez gosto mais de andar de bicicleta”, escreveu na legenda, elogiando as condições que a capital oferece. Porém, acabou por receber algumas chamadas de atenção.

Por um lado, houve quem aplaudisse a apresentadora por um ser um bom exemplo. Por outro, houve quem a criticasse por não estar, alegadamente, a usar capacete: “E o capacete? É perigosa a falta do capacete” e “Cometeu um erro crasso… Então, e o capacete?” são comentários que servem de exemplo.

Não se sabe, contudo, se Júlia Pinheiro andou ou não de bicicleta sem capacete. Até ao momento, a apresentadora não se pronunciou.

De salientar que, segundo o Código da Estrada, o capacete é recomendado para todos os ciclistas mas é apenas obrigatório para quem conduzir um velocípede com motor. Deve-se proteger a cabeça, usando um capacete devidamente ajustado e apertado. Em caso de incumprimento, a coima varia entre os 60 e os 300 euros.

Os condutores e passageiros de velocípedes com motor também não podem andar nos passeios quando lhes apetece, exceto crianças com menos de dez anos.

 

Texto: Márcia Alves; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top