Kelly Bailey já pensa em bebés com Lourenço Ortigão: “Gostava de ser mãe nova”

Kelly Bailey falou sobre este sonho de aumentar a família com Lourenço Ortigão, de 31 anos. A atriz da TVI confessa que sempre quis ser mãe nova. Estará um bebé a caminho?

02 Fev 2021 | 8:50
-A +A

Kelly Bailey, de 22 anos, confidenciou ter o sonho de ser mãe ainda jovem. A atriz esteve no programa “Dois às 10”, da TVI, da passada sexta-feira, dia 29,  e explicou a razão que a leva a ter este desejo.

“Eu gostava de ser mãe nova. Principalmente não só por mim, mas também pelos meus pais, porque sei que eles gostavam de ser avós e não gostava que fossem avós muito velhinhos, gostava que eles fossem avós durante muito tempo”, disse. E acrescentou: “Eu tive uma ligação muito grande com a minha avó materna. Ela já não está cá. Acho que é importante dar isso aos meus pais e acho que tenho essa possibilidade, tenho esse apoio da parte da família do Lourenço também.”

Porém, “quando tiver que ser vai ser”, frisou Kelly. “Não vivemos essa pressão e o Lourenço não me pressiona nada”, rematou a atriz da TVI.

Kelly Bailey contagiou o pai

Kelly Bailey confidenciou que quando esteve infetada com covid-19, também contagiou o pai com o vírus.

“Sim, ele também apanhou [a covid-19]. É assim, o dia foi chato porque foi o dia 31 de dezembro. Eu queria mascarar-me, pus uma peruca, mas como estava com muita febre não deu para mais. Para mim foi uma grande surpresa porque eu estava a ser testada todos os dias e a ter todos os cuidados possíveis. A minha vida é trabalho/casa e no Natal tive com os meus avós, estava mesmo a ter todos os cuidados possíveis”, respondeu.

E continuou o seu discurso contando quando é que descobriu que estava infetada: “Na segunda-feira fiz o teste, deu negativo. Trabalhei terça-feira, na quarta-feira também trabalhei e à noite comecei a ter sintomas. No dia a seguir deu positivo.”

Quanto aos sintomas, foram ligeiros, ao ponto da atriz confundir com uma simples gripe ou constipação. “Os meus sintomas não foram aquilo que eu estava à espera de que fossem, de covid-19, foram mesmo de gripe. Na quarta-feira à noite comecei a sentir que ia ficar com gripe. Eu este ano ainda não tinha ficado doente. Acordei com os olhos muito inchados, com o nariz entupido, a espirrar. Não havia tosse, não havia dor nos pulmões. Não estava com febre. Para mim era gripe de certeza. E não, era covid-19”, assumiu. Só depois é que a companheira de Lourenço Ortigão começou a perder o paladar.

Ainda, Cláudio Ramos perguntou a Kelly se esta sentiu culpa por ter transmitido o vírus a alguém. A atriz retorquiu: “Sim, quer dizer… de certa forma também penso logo que isto é algo que não podemos controlar. Não podemos sentir essa culpa. É injusto viver com esse peso.”

Texto: Carolina Sousa Fotos: Redes sociais
Veja também:
Kelly Bailey revela que contagiou o pai com COVID-19: “Para mim era gripe de certeza”
Lourenço Ortigão e Kelly Bailey começam 2021 infetados com covid-19

PUB
Top