Kiara Timas sobre a MORTE DO PAI: «Senti o mundo a cair-me»

O ex-membro das Just Girls perdeu o pai no passado mês de janeiro e conta, em exclusivo à TV7 Dias, como está a viver o luto.

23 Fev 2019 | 9:40
-A +A

Kiara Timas atravessa uma das fases mais complicadas da sua vida após a morte do pai. Depois de perder o progenitor, que lutou contra um cancro durante nove anos, no passado dia 16 de janeiro, a cantora desvenda, em exclusivo à TV7 Dias, como está a viver o luto.

«Tive um processo engraçado. Quer dizer, de engraçado não teve nada, mas que é a minha forma de comunicar. Provavelmente por ser das artes, somos um bocadinho esquizofrénicos. No dia do funeral, à noite, senti o mundo a cair-me. O que é que eu fiz? Uma música. Foi a minha maneira de gritar, expulsar as coisas cá para fora. Compus na altura, escrevi a letra e fala sobre homens. Sobre os pais», começa por contar sobre o single que será lançado no Dia do Pai, 19 de março.

O ex-membro das Just Girls confessa ter uma outra visão sobre o papel do homem e da mulher.

«Acho que temos uma vida muito facilitada enquanto mulheres, mães. Estamos sempre muito beneficiadas, é uma coisa natural. Ainda bem que assim o é. Mas esquecemo-nos que também estamos aqui devido ao homem, o pai. É dada mais importância à mulher», explica.

Leia mais:10 anos depois, ex-Just Girl relembra os tempos dos Morangos com Açúcar

 

Apesar de sempre ter vivido com a mãe, tinha uma ligação próxima com o pai e a sua partida deixou um vazio. «Sinto-me muito mais forte. Acho que as coisas mais importantes que temos são os nossos pais. Quando perdes esse pilar, percebes que já não tens a quem ligar. Aquela pessoa que não te vai julgar, condenar. Tenho amigos, irmãos que me amam. Mas os pais… não há fasquia mais alta do que os pais. Quando tu os perdes, tornas-te automaticamente mais forte», assegura.

Sobre os nove anos de luta que o pai viveu, Kiara não esconde emoções contraditórias. «Se eu te disser assim ‘tenho ali a pessoa’ vais-me dizer que é egoísta e é verdade. Mas faz parte do ser humano. Por outro lado, também penso que, se calhar, ele precisava de descansar, mas eu não queria que o dia chegasse. É um misto de emoções.»

Trinta e sete dias depois da morte do pai, a cantora afirma que vai transformar a dor que sente «em algo positivo». «Vou focar-me na música e levar isto de forma positiva. Nada na vida acontece por acaso. Este tema [que vou lançar] não é para mim. Foi feito por mim e é uma mensagem para ser interpretada pelos outros. Vou partilhar com quem quiser ouvir.»

Veja também: De Just Girl a princesa: veja o CASAMENTO DE SONHO de Helga Posser!

 

Kiara Timas quer voltar à representação

Dedicada à música, a verdade é que a representação continua a ser uma das grandes paixões de Kiara. Depois da última participação em Rainha das Flores, da SIC, a ex-moranguita não voltou ao pequeno ecrã mas o sonho continua.

«Adorava fazer um papel com mais contornos. Aliás, se me derem um papel mais a sério, sem desvalorizar os papeis que eu tive, tenho a certeza de que vou surpreender tudo e todos», assegura. E completa: «Gostava de fazer de toxicodependente, porque acho que tens de passar por vários processos. Até o facto de emagrecer. Às vezes enquanto atores não nos preocupamos tanto em mudar.»

Apesar de ainda não ter recebido um papel de maior destaque, Kiara assegura: «Acho que tudo acontece no tempo certo. Se calhar não estava preparada [para um papel maior] e agora estou. Estou na luta.»

Texto: Sílvia Abreu/ Fotos: Impala e Redes Sociais

PUB
Top