Lady Gaga e Bradley Cooper em CLIMA DE ROMANCE nos Óscares. Esta foi a reação de Irina!

A atuação dos protagonistas de Assim Nasce Uma Estrela está a ser considerado um dos momentos altos dos Óscares. Na primeira fila estava a ex-namorada de Cristiano Ronaldo e atual de Bradley Cooper.

25 Fev 2019 | 14:05
-A +A

Romântica. Foi assim a interpretação de Lady Gaga e Bradley Cooper na 91.ª edição dos Óscares. Uma atuação que deixou todos os presentes de queixo caído, incluindo a modelo Irina Shayk, que estava na plateia a assistir.

Shallow é a canção que marca o filme Assim Nasce Uma Estrela, no qual os dois formam o casal de protagonistas. Os artistas interpretaram a música tal e qual como se estivessem no filme.

 

Veja as imagens desse momento na galeria acima.

 

O momento foi de grande romantismo, mas nem isso fez com que Irina Shayk, a namorada de Bradley, deixasse de aplaudir a atuação dos dois colegas. Num vídeo publicado nas redes sociais é possível notar que a ex-namorada de Cristiano Ronaldo foi uma das primeiras a levantar-se para aplaudir o momento musical protagonizado pelo namorado. Assim que Lady Gaga chegou junto de Irina, as duas deram ainda um forte abraço, mostrando que não há ciúmes.

Presente na primeira fila do Dolby Theatre, em Los Angels, Irina Shayk surge do lado direito da imagem, perto da escadaria de acesso ao palco.

 

Atuação romântica

 

A dupla que encanta no filme Assim Nasce Uma Estrela não desiludiu e deixou a plateia dos Óscares rendida à atuação. Lady Gaga e Bradley Cooper interpretaram Shallow e protagonizaram o momento da noite.

Lady Gaga levou para casa a estatueta de Melhor Canção Original, com o tema Shallow. Minutos antes da atribuição do Óscar, a cantora e Bradley Cooper subiram ao palco para interpretar o tema romântico e impressionaram, não só pela capacidade vocal, mas também pela atmosfera cheia de cumplicidade que os dois conseguiram criar.

Imediatamente antes da performance, os protagonistas da longa-metragem, sentados na primeira fila, deram as mãos e subiram ao palco do Dolby Theatre prontos para soltar a voz. Sentada entre os dois durante toda a cerimónia, a namorada do ator acompanhou toda a atuação – que muitos consideram irrepreensível – sem desviar o olhar do galã.

 

 

De salientar que a norte-americana é a primeira artista a vencer um Óscar, um Globo de Ouro, um Grammy e ainda uma distinção nos Bafta no mesmo ano. Na noite de domingo, a intérprete estava ainda nomeada na categoria de Melhor Atriz, mas foi Olívia Colman quem, com a sua performance em A Favorita, conseguiu levar a estatueta dourada.

 

O discurso emotivo

 

O prémio estava ganho. Lady Gaga, uma vez mais, subiu ao palco e começou por agradecer a todos os presentes e à própria família, visivelmente emocionada. Pouco depois, não se esqueceu de dirigir um agradecimento especial a Bradley Cooper.

«Não há outra pessoa no mundo com quem poderia ter cantado essa música», afirmou a cantora, num discurso em que a emoção predominou e no qual as palavras lhe custava pronunciar. «Se está em casa, no seu sofá, assistindo a isto, tudo o que tenho a dizer é que esse é um trabalho duro. Trabalhei duro por muito tempo para chegar até aqui», adiantou, dirigindo-se ao espectador, com a voz trémula.

«Não é sobre ganhar, é sobre não desistir. Se tem um sonho, lute por ele. Existe uma disciplina. Não é sobre quantas vezes foi rejeitado, caiu e teve de levantar. É quantas vezes fica em pé, levanta a cabeça e segue em frente», acrescentou, sob o silêncio da plateia e fazendo referência à jornada profissional difícil que tem atravessado.

 

Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais | Fotografias: Reuters

PUB
Top