Laura Figueiredo sobre a filha: «SÓ A DEIXO COM TRÊS PESSOAS»

A namorada de Mickael Carreira garante que é muito apegada a Beatriz, de dois anos, e que só a confia a três pessoas. Tony Carreira não está nesta lista.

21 Fev 2019 | 7:49
-A +A

Laura Figueiredo tem-se dedicado, a tempo inteiro, à maternidade. Beatriz faz dois anos no final de março e entra para a escola já em setembro. Sem planos, Laura admite que sabe que na altura lhe vai custar deixá-la, até porque está muito dependente da menina.

«Gostava de ter mais um filho, evidentemente, para uma criança se puder ter irmãos é sempre bom, mas não para já. Acho que eu preciso também de estar mais independente, ter um bocadinho para mim. Acho que nós nos tornamos mais dependentes deles do que eles de nós», começa por explicar a atriz, à margem da apresentação da nova coleção da Aldo, esta terça-feira em Lisboa.

 

View this post on Instagram

 

Aquelas saudades do verão… 👦🏻👱🏻‍♀️👧🏼💝 #memories #summer #family #myworld #blackandwhite 📷 @joao_cautela

A post shared by Laura Figueiredo (@laurafigueiredooficial) on

«Eu saio de casa já com um aperto no coração e tiro uma fotografia antes para saber como é que ela estava», ri-se. Laura acaba por revelar que nem deixa a filha com o avô, Tony Carreira, nem com o tio, David Carreira quando sai sem a menina.

«Ela só fica com o pai, uma amiga muito próxima nossa ou com a avó (mãe de Mickael Carreira), são as três pessoas com quem a Bia fica, de resto eu não deixo. Sou mãe leoa», sublinha.

Laura Figueiredo admite que se policia para não estar sempre a ligar para casa para saber como está Bia. «Não ligo quando a deixo, controlo-me. Tenho a sorte de receber vídeos de qualquer um dos três, como eles sabem que não ligo, eles vão-me dizendo como é que ela está», ri-se.

 

Vai para a escola em setembro

 

Beatriz vai iniciar a vida escolar em setembro. Algo que ainda não está a deixar Laura Figueiredo nervosa. «Acho que é importante para as crianças irem para a escola e conviver com outras crianças. A minha família está toda no Brasil e é lá que estão as crianças da família, noto que à Bia lhe falta conviver com bebés. Faz com que eles não sejam tão preguiçosos, se calhar ela já estaria a falar melhor se estivesse numa creche», partilha, Laura Figueiredo.

Desde que foi mãe que Laura Figueiredo não voltou ao trabalho. A atriz e namorada de Mickael Carreira admite que já tem saudades. «Não sei quando vou voltar, tento viver um dia de cada vez. Cada vez me educo mais a não planear demasiado. Gostava de voltar à apresentação e representação, mas as coisas não se proporcionaram», termina.

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: Paula Alveno

PUB
Top