Lenka: Jornalistas em ‘guerra’ por causa de vestido da assistente de “O Preço Certo”

O assunto que envolve Lenka continua na ordem do dia. Desta vez foi Fernanda Câncio e Constança Cunha e Sá que trocaram farpas devido ao vestido que a assistente usou no programa.

12 Jul 2021 | 22:00
-A +A

O caso Lenka da Silva continua a dar que falar e, desta vez, envolve a ex-jornalista da TVI Constança Cunha e Sá e a também jornalista Fernanda Câncio. A polémica começou quando a ex-namorada de José Sócrates comentou no Twitter o facto de a assistente de “O Preço Certo“, da RTP1, ter usado um vestido que evidenciava as suas curvas e os seus mamilos numa das emissões do programa apresentado por Fernando Mendes.

“É espantoso como é que a TV pública continua a usar mulheres como adereços desta forma repugnante. Há obrigações de cumprir os mínimos em termos de respeito pelos princípios constitucionais e pelos planos para a igualdade?”, perguntou Fernanda Câncio no Twitter. Constança Cunha e Sá meteu-se ao barulho, acusando a ex de Sócrates de ser arrogante, de ter “insultado” Lenka da Silva e apelidando a sua opinião de “loucura”.

“Depois de ter insultado uma mulher, maior e vacinada, dizendo-lhe, com a habitual arrogância, o que ela deve ou não vestir; depois de, pormenor mais repugnante, ter apelado ao seu despedimento da RTP, porque a estação pública não pode pactuar nem com a sua forma de vestir nem com o seu trabalho continua agarrada ao tema, como se não houvesse amanhã. É a loucura. E eu não gosto de loucos fundamentalistas que se acham donos da vida dos outros”, escreveu a jornalista naquela rede social.

Câncio não se ficou. “Normalmente ignoraria, como ignoro, até por piedade, o que vem daqui. Mas a imputação caluniosa de que ‘apelei ao despedimento’ é demais. Impressionante como o ressabiamento por ter deixado de a seguir no Twitter (!) e não lhe responder chega a esta atordoante miséria moral”, retorquiu.

 

Lenka reage e fala de “mulheres sem medos”

A própria Lenka da Silva já tinha reagido ao comentário de Fernanda Câncio. “Quero agradecer o carinho e apoio de todos vocês, mas principalmente das mulheres. Mulheres sem medos, mulheres seguras, amadas, que se sabem defender quando é preciso mas também sabem que ser mulher é ser amiga das outras mulheres”, começou por escrever a assistente de Fernando Mendes no Instagram. “Sou a primeira a apreciar e elogiar um corpo feminino. Temos a sorte de viver na Europa e poder vestir e mostrar tudo o que quisermos. E acreditem: não tenho muitos mais anos pela frente para poder vestir um vestido tão bonito, mas até poder, faço-o de livre vontade”, acrescentou.

A modelo frisou que ninguém da produção de “O Preço Certo” ou da RTP a obrigou a usar aquela ou qualquer outra peça de roupa. “O nosso maravilhoso programa não se preocupa com as audiências, mas sim com o bem estar de toda a gente que aí trabalha”, sublinhou ainda.

Lenka terminou com um agradecimento a Fernando Mendes, a quem chama de “um grande homem, um grande pai, um grande avô, mas principalmente um grande amigo de todos”. “O sucesso [do programa] deve-se a um homem que não precisa ter mestrados para ser mestre de televisão e de vida! Sabendo tratar todas as pessoas por igual, adorando crianças adultos e principalmente os idosos que tanto precisam de ouvir e sentir o carinho de aquele que entra todos os dias nas suas casas, espalhando sorriso e uma boa energia única, que só ele transborda!”, rematou.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução redes sociais
Leia também:
“Ridículo”: Lenka quebra silêncio sobre polémica por vestido usado em “O Preço Certo”

PUB
Top