Leonor Cipriano VAI VIVER COM NAMORADA que conheceu na PRISÃO

Leonor Cipriano foi condenada a 16 anos e oito meses de prisão por ter matado a filha e ocultado os restos mortais. A mulher sai em liberdade condicional e vai viver com a namorada.

08 Fev 2019 | 15:49
-A +A

Leonor e João Cipriano foram condenados ambos a 16 anos e oito meses de prisão por homicídio e ocultação de cadáver. A mãe de Joana e o irmão confessaram durante o julgamento, que decorreu em 2005, terem espancado a criança de oito anos até à morte, na casa de Leonor localizada na Figueira, em Portimão. O tio ainda admitiu ter esquartejado a menina, colocado o cadáver numa arca frigorífica e dado os restos mortais aos porcos. Depois de mais de uma década desde o desaparecimento (12 de setembro de 2004), muitas teorias foram apresentadas, livros foram escritos, mas o corpo de Joana nunca apareceu.

Recorde aqui o caso do crime de Joana Cipriano

Tendo cumprido cinco sextos da pena, a progenitora da menor saiu esta quinta-feira, dia 7 de fevereiro, em liberdade condicional do estabelecimento prisional de Odemira, em Beja, ao fim de 14 anos e meio de encarceração. Declarando estar inocente, Leonor saiu da prisão e terá ido viver para Évora com a namorada, uma ex-reclusa da mesma cadeia, avança o Correio da Manhã.

O novo amor de Leonor é uma mulher, de 56 anos, que terá saído da prisão há cerca de três meses. Desde que cumpriu a sua pena, a ex-reclusa era a única visita da mãe de Joana em Odemira. Esta mulher teve um papel decisivo na libertação de Leonor, tendo em conta que a mãe de Joana deu a morada da namorada para conseguir demonstrar que iria ter condições de vida para pode sair da cadeia em liberdade condicional.

Veja também: Leonor Cipriano SAI EM LIBERDADE: «Só confessei tudo porque FUI AGREDIDA na PJ»

Leonor ainda garantiu aos Serviços Prisionais que iria encontrar um emprego o mais rapidamente possível.  O tio de Joana ainda se encontra detido na prisão da Carregueira, em Sintra. O irmão de Leonor também irá sair em liberdade condicional no dia 11 de março.

Texto: Redação WIN Conteúdos Digitais/ Fotos: Arquivo Impala

PUB
Top