Liliana Campos declara-se ao marido: “Conseguimos olhar os dois para o copo meio cheio”

O amor está no ar! Liliana Campos declarou-se a Rodrigo Herédia. A apresentadora do “Passadeira Vermelha”, da SIC Caras, ainda lançou um desafio aos seguidores.

08 Fev 2021 | 12:30
-A +A

Liliana Campos é uma mulher apaixonada! A apresentadora do “Passadeira Vermelha”, da SIC Caras, está casada há cerca de quatro anos e meio com Rodrigo Herédia e mostra-se cada vez mais feliz ao lado do seu “mais que tudo”.

Este domingo, dia 7 de fevereiro, a cara da estação de Paço de Arcos declarou-se a Rodrigo na rede social Instagram. “Embora muito diferentes um do outro, posso dizer que conseguimos olhar os dois para o copo meio cheio”, garante.

O copo está mais vezes meio cheio ?! Ou meio vazio?!

Liliana diz ainda que nesta altura da sua vida, tem cada vez mais certezas. “Não tinha pensado muito nisso, mas com tudo o que temos vivido e partilhado nos últimos tempos, fiquei com essa certeza”, assume.

A apresentadora da “Passadeira Vermelha”, da SIC Caras, lança ainda uma pergunta aos seguidores: “E desse lado?! O copo está mais vezes meio cheio ?! Ou meio vazio?!”, ao mesmo tempo que partilha uma fotografia ao lado do marido, ambos com copos de vinho na mão.

Os seguidores partilharam as respostas e, na sua maioria, responderam que veem o copo “meio cheio”, ao mesmo tempo que elogiam a cumplicidade de Liliana e Rodrigo.

Veja a declaração em baixo.

Liliana Campos confessou ter sofrido dependência no passado: “Estava viciada”

 

Liliana Campos fez uma revelação inesperada. A apresentadora assumiu que se tornou “viciada” em comprimidos, sem receita médica, e que os ‘tirava’ à sua mãe.

A apresentadora da SIC confessou, no programa “Passadeira Vermelha”, que se automedicou numa altura complicada da vida, em que tinha a mãe doente e acamada. Explicou que só conseguia dormir depois de tomar os comprimidos.

Comecei a tirar os comprimidos da minha mãe

O problema arrastou-se durante anos, mesmo após a morte da progenitora, Zena Campos, há cerca de cinco anos. “Eu própria, erradamente, fiz automedicação, porque não conseguia dormir. Comecei a tirar os comprimidos da minha mãe, fiz mal, e, de repente, estava viciada”, assumiu, adiantando que “os comprimidos não eram os mais adequados” para o seu estado. “Procedi mal, porque chutei o problema com a barriga para a frente (…) Não me preocupei logo. Passaram-se anos e só muito mais tarde pedi ajuda. Ainda bem que a tive, e com as pessoas certas”, contou.

Hoje, Liliana Campos, está livre dessa dependência graças a ajuda médica competente, disse.

Leia a entrevista completa aqui.

Texto: Andreia Costinha de Miranda; Fotos: Reprodução Instagram
Leia também:
Liliana Campos descuida-se e dá valente trambolhão (vídeo)

 

PUB
Top