Ljubomir Stanisic GANHA… mas SÓ na televisão!

Ljubomir é líder de audiências mas ainda não alcançou o pódio no mais prestigiado guia gastronómico do mundo, Guia Michelin.

22 Nov 2018 | 21:30
-A +A

Pela primeira vez, Portugal recebeu a gala ibérica em Lisboa, esta quarta-feira, 21 de novembro, e arrecadou mais quatro novas estrelas Michelin. No entanto, apesar de brilhar na televisão nacional e ser líder de audiências Ljubomir ainda não foi premiado com a estrela mais desejada dos chefs.

Henrique Sá Pessoa ascendeu ao patamar de José Avillez e conta agora com duas estrelas Michelin. O Belcanto, de José Avillez, abriu em 2012 e um ano depois entrou no conceituado Guia Michelin. A segunda estrela chegou dois anos depois, sendo o primeiro espaço em Lisboa a conseguir tal distinção, até agora. Atualmente, Avillez divide o pódio com Henrique Sá Pessoa.

Ljubomir Stanisic rapidamente se manifestou sobre a vitória do amigo, Henrique Sá Pessoa.

«Grande Henrique Sá Pessoa! Não só é uma alegria ver um grande amigo reconhecido, como é um orgulho, enquanto cozinheiro e português, ter mais um restaurante do nosso país a receber a distinção. Duas estrelas conquistadas com o suor, o amor e a persistência que só quem está deste lado sabe. Parabéns, meu irmão!», pode ler-se na descrição.

Veja também: Ljubomir Stanisic ABANDONA PESADELO NA COZINHA!

 

Ljubomir e Avillez de costas voltadas

No entanto, o dono do restaurante Alma é o único que Ljubomir parabeniza. Avillez foi o primeiro português a alcançar o estatuto de duas estrelas Michelin, mas o rosto do Pesadelo na Cozinha não se manifestou, uma vez que os dois estão de costas voltadas. Os chefs eram amigos até ao momento em que abriram o 100 maneiras, sociedade que durou apenas oito meses, devido a «incompatibilidades».

Agora, Ljubomir dá a cara pelo Pesadelo na Cozinha todos os domingos e José Avillez irá integrar o elenco de jurados do novo programa da RTP, Famílias Frente a Frente – Desafio na Cozinha.

Saiba mais detalhes aqui.

Da depressão para as luzes da ribalta

Ljubomir está nas luzes da ribalta, mas nem sempre foi assim. Começou a trabalhar em 2003 como subchef na Fortaleza do Guincho, ao lado de Vítor Sobral. Na altura, a polémica instalou-se quando Ljubomir agrediu o chef Marc Le Ouedec, por questões de racismo.

Em 2004, juntou-se a José Avillez e abriu o primeiro restaurante em Cascais, o 100 Maneiras, que viria a fechar em 2008, declarando falência. Em 2010 estreou-se no Festival Lumière, no Canadá, que inspirou Ljubomir a abrir o Bistro 100 maneiras. Em 2012 o restaurante foi escolhido por Anthony Bourdain para integrar o episódio da série No Reservations.

Em 2017 regressou ao ecrã nacional com o programa Pesadelo na Cozinha, na TVI, onde se mantém…até ao próximo domingo, dia 25 de novembro.

Texto: Redação WIN| Conteúdos digitais/ Fotos: Impala e Redes Sociais

PUB