Luan Tiófilo denuncia preconceito e diz que custa ser tratado como um «cidadão normal»

Luan Tiófilo já pode conduzir em Portugal mas acabou por denunciar o preconceito que diz existir para os estrangeiros e deixa palavras de incentivo para aqueles que vivem longe de casa.

24 Set 2019 | 9:50
-A +A

 Luan Tiófilo já pode conduzir em Portugal. O ex-concorrente da Casa dos Segredos mostrou-se eufórico com a conquista mas, perante algumas críticas, acabou por denunciar que sente na pele o preconceito de viver fora de casa.

«Já tirei a carta de condução, fiz a prova e passei. Ninguém me segura, menina. Quero ser parado, agora, para mostrar a carta», começou por dizer o marido de Tiago. Porém, a forma efusiva como o jovem brasileiro partilhou a sua conquista, acabou por ser mal interpretada. Por isso, resolveu colocar os pontos nos is e denunciar, até, que sente preconceito por não ser português.

«Quando moramos noutro país, algumas pessoas não percebem a nossa felicidade por conquistarmos algo tão simples como a própria carta de condução. Pode parecer besteira, mas ninguém sabe o quanto alguns processos são demorados para que consigamos conquistar algo como um ‘cidadão normal’ possui! Morar fora do nosso país tem muitos contras», afirmou.

 

«O sistema falha em todo o lado»

 

O desabafo de Luan Tiófilo prosseguiu, dando alguns exemplos. «Para já, as saudades que sentimos diariamente da família e dos amigos… Ou aquelas datas tão especiais que já não temos com pessoas com quem vivemos a nossa vida toda! Todas as pessoas, ou a maior parte delas, que saem da sua zona de conforto para encontrar com o mundão lá fora, muitas vezes está à espera daquela visão de ‘primeiro mundo’, em que tudo funciona perfeitamente bem. Mas acaba por se deparar com situações muito parecidas com as que vivenciamos no nosso próprio país! Talvez sejam situações mais organizadas, de uma forma mais mascarada, mas o sistema falha em todo o lado, minha gente».

Perante as críticas que foram surgindo, o ex-concorrente do reality show da TVI foi mais longe nas suas considerações, ao ponto de revelar que o preconceito existe. «E depois lidar com esse preconceito. Sim, em pleno 2019, isso ainda existe e ainda mais com a gente, que somos chamados de estrangeiros ou aquele brazuca», referiu.

Luan Tiófilo explicou que demorou um ano até conseguir tirar a carta de condução em Portugal e adiantou ainda que se pode dar por muito satisfeito, pois soube que existem pessoas que estão três anos à espera. «Eu devia sentir-me feliz por ter demorado apenas um», disse.

O jovem brasileiro terminou as suas explicações, acrescentando: «Gente, calma. Foi só um desabafo. Queria dizer para vocês, que moram longe de casa, que não desistam e acreditem sempre em vocês. Na vida, as coisas são mesmo assim: um dia, dá certo, no outro, dá errado e assim vai sendo para os moradores  do mundo»..

 

VEJA TAMBÉM:
Tiago Rufino e Luan Tiófilo posam despidos na cama! Veja a imagem
Luan e Tiago Rufino: depois do casamento, vêm aí os filhos!

 

Texto: Rita Montenegro | Fotos; reprodução redes sociais

 

PUB
Top