Luciana assume «desgaste» com luta contra Djaló: «Filhas vão finalmente ter um pai»

Luciana Abreu está «muito satisfeita» com o despacho do processo que a pôs estar frente-a-frente a Yannick Djaló. «Agora o que importa é o futuro. O que aconteceu para trás não interessa», afiança.

14 Set 2019 | 11:10
-A +A

Com um vestido repleto de transparências, da estilista Sviatlana Buyan, Luciana Abreu marcou presença nas semifinais da 47.ª edição dos International Emmy Awards que decorreram no Antigo Museu dos Coches, em Lisboa, na noite desta sexta-feira, 13 de setembro. O evento aconteceu um dia depois da audiência da regulação do poder paternal das filhas mais velhas do rosto da SIC, Lyonce, de oito anos, e Lyannii, de sete, frutos do casamento já terminado com Yannick Djaló.

Antes do início da gala, a TV 7 Dias esteve à conversa com a atriz, que levantou um pouco do véu sobre o sucedido no Tribunal de Família e Menores de Cascais. «Já está resolvido! Não posso falar sobre pormenores. Correu como eu já esperava e estou mesmo muito satisfeita. É favorável para as minhas filhas. Aqui eu não existo. Existem as minhas filhas. Eu estou em segurança, elas estão em segurança», começou por nos contar.

«Graças a Deus, agora vai poder haver uma reaproximação, que foi aquilo que sempre quis e pelo qual sempre lutei. Mas de maneira a que elas se sentissem bem e protegidas», revelou, tendo dado a entender que o futebolista vai passar a poder ver as filhas, mas com supervisão de alguém.

 

«Têm de ter um pai e finalmente vão ter!»

 

Luciana Abreu assegurou ainda que está mais tranquila depois de vários anos de «guerra». «Dá mais tranquilidade, sem dúvida. Nunca mencionei o incumprimento da regulação paternal. Sempre fui uma mulher de pôr mãos à obra. Em tudo o que toco, consigo dar o melhor de mim. Nunca lhes faltou nada, pelo contrário. São umas meninas muito equilibradas, felizes, com muita saúde, doces, meigas… Mas têm de ter um pai e finalmente vão ter!», atira.

Esta situação que se gerou entre o ex-casal foi um dos casos mais mediáticos dos últimos tempos. Yannick Djaló chegou a dar uma entrevista a Manuel Luís Goucha. Por sua vez, Luciana Abreu foi a «casa» de Cristina Ferreira. As acusações foram mútuas. Se, por um lado, o futebolista dizia que não o deixavam ser pai, por outro, a cantora assegurava que Yannick não queria saber das filhas. Aparentemente, começa-se a «ver a luz ao fundo do túnel».

«Foi desgastante. É muito complicado. Mas eu foco-me nas coisas boas e agora o que importa é o futuro. O que aconteceu para trás não interessa. Trata-se de uma nova oportunidade e eu estou muito satisfeita com isso. A Doutora juíza, quando percebeu aquilo que se passava, deu automaticamente o despacho», remata Luciana Abreu.

 

VEJA TAMBÉM:
Luciana Abreu exibe corpo de sonho na praia ao lado das filhas
A oitava maravilha! Luciana Abreu exibe corpanzil na piscina e fãs não resistem
Luciana Abreu arrasada na SIC: «Era escusado pôr-se a jeito»

 

Texto: Ivan Silva e Dúlio Silva | Fotografias: Tito Calado e Impala

PUB
Top