Luciana Abreu avança com penhora: Yannick Djaló quebra o silêncio sobre nova polémica

Luciana Abreu avançou com uma penhora à casa de Yannick Djaló, por incumprimento da pensão de alimentos referentes às filhas. O ex-futebolista diz que tudo o que se está a passar é “muito injusto”.

10 Fev 2022 | 21:36
-A +A

Luciana Abreu avançou com uma penhora à casa de Yannick Djaló, por incumprimento da pensão de alimentos referentes às filhas, Lyonce, de 11 anos, e Lyannii, de nove, tal como a TV 7 Dias já tinha avançado. O ex-futebolista já reagiu e afirma que tudo o que se está a passar é “muito injusto”.

O imóvel, localizado na Moita, é um T5 com uma área de quase 400 metros quadrados, e está è venda em leilão. A licitação tem o valor base de 417.245,99 euros e a dívida do ex-jogador é de 108 mil euros, referente ao período entre 2017 e 2019.

“A Luciana pede 2.200 euros por mês por cada filha e isso é um valor que eu não consigo suportar. Estou desempregado desde 2017”, explicou Yannick Djaló ao Correio da Manhã. “Em tribunal, tentei provar que fiz inúmeras transferências, de mais de 100 mil euros enquanto joguei fora, até ao final de 2016, mas isso não foi tido em conta, porque não foram transferências mensais fixas”, acrescentou.

Sobre esta situação com Luciana Abreu, o jogador continua: “É muito triste que isto esteja a acontecer por causa de alguém com quem vivi. É muito injusto”.

A mesma publicação avança ainda que o advogado do ex-futebolista, Bruno Silva Alves, deu entrada com um novo processo para reajustar o valor da pensão de alimentos, para 350 euros por cada filha.

Luciana Abreu e Yannick Djaló separaram-se em 2017, depois de vários anos de relação.

 

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB