Luciana Abreu revela que foi ‘namorada’ pela Globo: «Não está na altura certa»

A estrela da SIC afirma que já foi sondada para se mudar para a estação de televisão com mais audiência do Brasil, mas que optou por pôr a família em primeiro lugar. «Ainda tenho tempo», acredita.

01 Nov 2019 | 15:30
-A +A

A brilhar como Tina na nova novela da SIC, Terra Brava, Luciana Abreu, de 34 anos, afirma que «já faltou menos» para dar um novo passo no seu percurso profissional: construir uma carreira no outro lado do oceano Atlântico, naquela que é a maior estação do Brasil, a Globo.

Foi à margem de um evento que, em conversa com os jornalistas, a também cantora revelou que já foi sondada pela gigante brasileira. «Eu é que ainda não tenho oportunidade. já houve um ‘namorar’, só que não está na altura certa. Não posso, as minhas bebés ainda são pequeninas. Como só tenho 34 anos, ainda tenho tempo», desvalorizou.

Mas gostava de poder dar esse salto? A eterna Floribella, personagem da série homónima que a catapultou para a fama, corria o ano de 2006, é perentória na resposta: «Gostava e quero.»

Lucy descarta, contudo, a hipótese de tal vir a concretizar-se no próximo ano. «Em 2020 tenho outros projetos. Grandes. Não posso revelar o que é. Só posso dizer que vou fazer muitas pessoas felizes, porque me pedem há 14 anos…», interrompe, para depois completar: «É superior à Floribella. É um projeto cinematográfico, televisivo, musical… Portanto, engloba muitas áreas. É aquilo que quero fazer para o resto da minha vida. É uma continuação que vai ficar para as minhas filhas e, se os filhos delas quiserem, para os meus netos.»

 

Luciana Abreu: «Procurei ajuda»

 

Com as gravações de Terra Brava num «ritmo mais louco» do que nunca, Luciana Abreu não podia estar mais feliz com a personagem que lhe calhou e para a qual recorreu, pela primeira vez, a ajuda interpretativa.

«É, até agora, a personagem mais difícil. Procurei ajuda, não só a nível de dança mas também de preparação com a Thaís de Campos», revelou a estrela da SIC, referindo-se à conhecida atriz brasileira. «Nunca tinha tido ajuda de representação. Sou uma autoditata – na música, na representação, na apresentação e na composição. Eu própria senti que necessitava de ajuda, de fazer algo diferente, de perceber aquilo que eu estava a fazer», assumiu ainda.

E recordou: «Eu cresci em plateau, a aprender tudo com os meus colegas. Tudo o que era emoção, preparação para a emoção e o sentimento, não tive. Foi uma lacuna que ficou e que eu decidi resolver.»

Com a formação recebida, Luciana Abreu admite que sentiu uma diferença «abismal». «Tenho uma capacidade maior e mais confiança. Sei o percurso todo – o meu e o das outras personagens – e, portanto, sei para onde vou e de onde vim. Faz toda a diferença. É um trabalho de casa muito grande. Aprendi a trabalhar como na Globo, em que chegamos a casa e fazemos um mapazinho com um papel, um lápis e uma reguazinha e vamos escrevendo tudo aquilo que aconteceu. Também descobri que tenho imenso jeito para representar em brasileiro», brincou.

Para já, e enquanto não se concretiza a mudança para a Globo, Luciana Abreu lida com «a pele trilhada e esfolada, as nódoas negras e os joanetes» que lhe provocam a sua Tina e as cenas que esta a obriga a fazer na já novela de sucesso de SIC. Mas sempre com um sorriso no rosto: «Sai-me muito do pelo.»

 

VEJA TAMBÉM:
Luciana Abreu não fecha portas ao amor após 2 casamentos falhados
Luciana Abreu tira o sutiã para apresentar personagem que já lhe trouxe dissabores!
Luciana Abreu agarra-se ao varão e faz dança sensual em diversão infantil!

 

Texto: Patrícia Correia Branco com Dúlio Silva | Fotografias: Impala

PUB
Top