Luís Borges chora ao falar de Beauté: “Ao início foi um choque muito grande”

Luís Borges esteve à conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz no programa “Dois às 10” desta quinta-feira, 18 de fevereiro.

18 Fev 2021 | 17:00
-A +A

Luís Borges esteve no programa “Dois às 10”, da TVI, desta quinta-feira, 18 de fevereiro, à conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz ,e falou sobre o namorado, os filhos e Eduardo Beauté. O conhecido cabeleireiro morreu no dia 7 de setembro de 2019, vítima de uma embolia cerebral.

O comentador do “Big Brother – Duplo Impacto” conheceu o atual namorado, Pedro, na discoteca Lux, em Lisboa, há  ano e meio. “A história é esta”, começa por contar, com um grande sorriso no rosto.

“Não sou só o Luís Borges, tenho um pack que são os meus filhos”

“Olhei para o lado e vi um rapaz a olhar para mim. Pedi-lhe o isqueiro para fumar… e ele fugiu. No dia a seguir, acordei e tinha uma mensagem dele no Instagram. Ele veio com uns amigos espanhóis a Portugal, vem sempre, e portugueses e perguntou quem era o rapaz alto de afro”, revela.

O modelo deixou rasgados elogios ao companheiro, por abraçar os filhos como se fossem dele. “Eu tenho 32 anos.. não sou só o Luís Borges, tenho um pack que são os meus filhos. É difícil conseguir encontrar alguém que suporte esse pack, que me ame e que ame os meus filhos. O Pedro é essa pessoa. Sinto que é uma pessoa, pode não ser para a vida… mas é sólido”, destaca.

Namorado de Luís Borges não sabia quem era Sara Sampaio: “Ganhou logo 10 pontos” 

Quando tem um novo namorado, Luís Borges faz um género de “testes”, para perceber se é o “tal”. Primeiro, apresenta-o aos amigos e depois aos filhos. “Há duas coisas que eu faço aos namorados, tipo testes. A primeira amiga que ele conheceu foi a Sara Sampaio. Ele chegou a Lisboa e eu disse: ‘Vamos ter com a minha melhor amiga, a Sara Sampaio’ e ele: ‘Mas quem é?’ Foi ver e disse que não sabia quem era, só conhecia a Gisele Bündchen a Adriana Lima. Ganhou logo 10 pontos. A minha opinião é que conta, mas a dos meus amigos também. E depois conheceu os meus filhos”, recorda.

Luís Borges emociona-se a falar de Eduardo Beauté

Luís Borges e Eduardo Beauté casaram-se em 2011, mas divorciaram-se cinco anos depois. Juntos adotaram três filhos: Bernardo, hoje com 10 anos, Lurdes, com nove, e Eduardo, com seis.

“Quando eu me separei do Eduardo, nunca deixei de ser pai, como se falou muito. Eu sempre quis ter filhos. Não é um cargo, para mim eles dão-me alegria”, diz. “Tenho a ajuda da Manu, que é a babá interna que tenho lá em casa, por isso é que consigo trabalhar, ir ao Big Brother. E depois tenho a ajuda da Alice, que era o braço direito do Eduardo e que agora passou a ser o meu braço direito. Tanto em casa como na minha marca. Mas é um peso grande, sim. Agora a responsabilidade é toda minha, todos os problemas que eles têm… tudo é meu. Ao início foi um choque muito grande mas depois aprendi”, atira.

“A Lu já dança as músicas da Anitta, gosta de rebolar no chão e abanar o rabo. o Edu diz que já tem namoradas”, brinca.

Luís Borges defende que “se abdicarmos da nossa vida pessoal deixamos de ser felizes” e, por isso, considera importante ter os seus “momentos” com os amigos e com o namorado.

“Perceber que não ia ter mais o pai, foi mau”

O convidado do matutino da TVI recorda que Lurdes era a menina do Eduardo, “era aquela coisa”. “Fazia anos no mesmo dia que ele, 8 de janeiro. Perceber que não ia ter mais o pai, foi mau. Ainda hoje vem falar comigo e diz que tem saudades do pai. Eu digo-lhe que ela pode falar com o papá. Por mais que eu fale com ela, nunca lhe vou conseguir tirar a dor que tem dentro dela. Só com o tempo”, admite, confessando ainda algo que o “assusta”: “Cada vez que eu viajo, ela tem medo que me aconteça alguma coisa, tem medo que eu não volte. A mim deixa-me triste, angustiado. A partir do momento em que faleceu a minha mãe e logo a seguir o Eduardo eu penso: ‘e se sou eu a seguir, o que vai ser feito dos meus três filhos? Há famílias que são estruturadas, a minha não é. Não vai ser o meu pai que vai tomar conta dos meus filhos, não tem condições. Penso sempre no futuro deles, assusta-me, como é óbvio. Tento acalmá-los.” 

Por fim, Luís Borges revela ainda a pergunta que a filha mais lhe coloca. “Por que é que ela não se despediu do pai”, atira.

“Eu gosto de manter o Eduardo vivo. Trouxe um tapete da casa do Eduardo, da altura em que vivíamos juntos, para minha casa”, remata.

Texto: Ivan Silva; fotos: reprodução redes sociais
Leia também:
Uns são filhos, outros enteados: Luís Borges e Crispim criticam produção do “Big Brother”

 

PUB
Top