Luís Borges responde a acusações de Edmar e expõe mensagens de ódio do concorrente

A guerra entre Luís Borges e Edmar, concorrente do “Big Brother – Duplo Impacto”, está longe de ter fim. O comentador já reagiu às acusações de Edmar e expôs mensagens privadas.

25 Fev 2021 | 15:30
-A +A

Edmar do “Big Brother – Duplo Impacto acusou Luís Borges de o difamar e afirmou que os comentários feitos pelo manequim, quando o britânico era concorrente do “BB 2020“, o levaram a ponderar por termo à vida.

O caso remonta à altura em que, na edição comemorativa do reality show, apresentada por Cláudio Ramos, o luso descendente desvalorizou o facto de o colega Hélder ter tido uma atitude homofóbica, chegando a afirmar que “ele não queria dizer aquilo”. À época, Luís Borges, que ainda não era comentador do “Big Brother”, usou as redes sociais para criticar a postura do concorrente.

Agora, e depois de Edmar ter apontado o dedo às críticas do ex-modelo, este reafirmou a sua posição. Na edição do “Extra” desta quarta-feira, 24 de fevereiro, Luís Borges explicou sentir “vergonha” do comportamento do jovem, justificando que este “sofreu “um ataque homofóbico e não se defendeu”. Perdeu, referiu ainda, “a oportunidade de mostrar” que os homossexuais são “pessoas normais” e não têm “de estar a receber esses comentários gratuitamente”. “Há miúdos que, de verdade, recebem esses comentários, não aguentam e suicidam-se”, alertou.

“Eu não tenho problemas em comentar coisas do Edmar, mas tenho com o facto de ele lançar uma coisa na casa que não é verdade. O que ele disse é mentira. Então, ele teve pensamentos suicidas quando? Quando estava a fazer lives [diretos nas redes sociais] com a Sónia e a chamar nomes às pessoas? Quando me mandou mensagens, que tive de o bloquear, a chamar-me nomes e à minha família? Não admito que o Edmar faça isso comigo”, rematou.

Edmar chama “coisa” a Luís Borges

Durante o dia, o concorrente, que chegou à casa da Ericeira no passado domingo, disse que Luís Borges o fez pensar em terminar com a própria vida. “Quando ele disse o que disse, eu senti-me bué mal, quis-me suicidar. Fiquei bué mal. Ele fez-me muito muito mal, mesmo. Eu ficava a pensar todos os dias: ‘Sou uma merda de gay’”, atirou, em conversa com Gonçalo Quinaz, Jéssica Nogueira e Noélia.

“Para mim, foi horrível. “É que antes de entrar no BB eu vi-o num programa e disse que gostava de o conhecer, e depois ele foi fazer aquilo, que má educação”, continuou. “Ele tratou-me muito mal à frente dos seguidores dele, e ele tem bués, não é? O que é isso? Não se faz. Fico bué irritado quando penso naquele ‘coisa’. Senti-me muito mal por causa dele. Vergonha é ele”, finalizou.

Luís Borges já se tinha referido a estas palavras de Edmar através do Twitter: “Edmar, sabes que é MUITO feio mentir?! Quem me enviou mensagem foste tu, do teu perfil oficial, a chamar nomes e como não tiveste resposta, e foste bloqueado, arranjaste maneira de enviar de outro! O comentário que tive em relação a ti foi sobre a situação do Hélder e tu”, lê-se. E continua: “Teres dito que não era um ataque homofóbico, quando toda a gente nas redes disse na altura que o Hélder deveria ser expulso por isso. Eu sendo da comunidade LGBT como é óbvio não posso concordar que alguém da mesma comunidade passe pano a um ataque desses. Meteres o nome de alguém de alguém só porque é conhecido é cool não é fixe. Estavas tão mal, mas para me enviares mensagens destas? Lol a piada faz-se sozinha”, escreveu.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução Instagram

PUB
Top