Luísa Castel-Branco em LÁGRIMAS no Passadeira Vermelha: «É UMA DOR DO CARAÇAS»

Fazendo um paralelismo com o caso de Bárbara Bandeira, a escritora não conteve a emoção ao recordar um episódio entre si e a filha, a atriz Inês Castel-Branco.

15 Fev 2019 | 14:05
-A +A

Extremamente sensível às notícias que referem que Bárbara Bandeira, de 17 anos, terá saído de casa, Luísa Castel-Branco emocionou-se, em direto, enquanto comentava o tema. O debate, que aconteceu na emissão desta quarta-feira, dia 13, do programa Passadeira Vermelha, deixou a comentadora verdadeiramente fragilizada.

 

Veja também: Fãs de Bárbara Bandeira APELAM: «Volta para casa, os teus pais estão à tua espera!»

 

Enquanto Liliana Campos, Nuno Azinheira e Joana Latino conversavam, Luísa Castel-Branco interveio e, sublinhando que nenhum dos três tem filhos, «apoderou-se» do assunto do momento. «Sei o que foi a minha filha sair de casa aos 17 anos e dizer: ‘eu só saio de casa se a mãe me der autorização’», lembrou Luísa, emocionada, reconstituindo o momento 20 anos depois.

A comentadora do programa da SIC Caras adiantou que autorizou, ainda que essa não fosse a sua vontade. «Se não é aqui nesta casa que se sente bem, vá viver sozinha», disse, à época, a Inês Castel-Branco, acedendo ao desejo da filha.

 

Veja também: «O MELHOR COLO DO MUNDO»: A imagem que pôs Luísa Castel-Branco «de LÁGRIMAS nos olhos»

 

«Sei que a minha filha já disse em várias entrevistas que se arrepende muito de não ter sido mais tempo adolescente, mas já estava a ganhar dinheiro nas novelas e depois quis ir viver a vida dela», lamentou, de seguida.

E não aguentou as lágrimas ao recordar o quanto aquele momento foi difícil. «Permitam-me que vos diga: é uma dor do caraças. E a pessoa fica a pensar ‘agora não vou ver como é que ela está na cama», contou, com a voz trémula.

 

«Compreendo perfeitamente o que é que uma mãe sente…»

 

Empenhada em defender a sua opinião, a escritora prosseguiu. «Estou a dizer com conhecimento. E óbvio que quando se tem 17 não é o mesmo que ter 20 e tal, quando se tem 17… É uma criança ainda!», defendeu, ainda sem conseguir controlar a emoção. Luísa colocou-se na posição de Siara Holanda e solidariza-se com a mãe da cantora. «Compreendo perfeitamente o que é que uma mãe sente…»

Consolada, de imediato, por Liliana Campos, que se levantou e a confortou com um abraço, e também pelos gestos de carinho de Nuno Azinheira e Joana Latino, a veterana limpou as lágrimas e esforçou-se por recuperar a estabilidade emocional e prosseguir o formato.

 

Veja também: Joana Latino e Maria Botelho Moniz PERDEM AS ESTRIBEIRAS EM DIRETO!

 

Texto: Tânia Cabral | Fotografias: reprodução redes sociais

PUB