Luísa Sobral pode dar à luz na final da Eurovisão

No sexto mês de gravidez, Luísa Sobral confessa que não quer saber o sexo do bebé

26 Jan 2018 | 18:37
-A +A

Luísa Sobral entrou agora no sexto mês e mostra-se um grávida muito descontraída. No lançamento do livro «À descoberta do seu bebé», a cantora falou sobre a gestação e a data do parto que pode calhar no dia da final do Festival Eurovisão da Canção.

Em entrevista, a irmã de Salvador Sobral revelou que o parto está marcado para dia 23 de maio, porém – se acontecer como na primeira gravidez – o bebé pode nascer antes. Caso aconteça o nascimento poderá calhar no dia 12 de maio, ou seja, na grande final da Eurovisão.

O parto está marcada para «dia 23, sendo que o meu primeiro filho nasceu duas semanas antes, se calhar calhar na Eurovisão», contou Luísa Sobral com um sorriso no rosto. 

«Já temos algumas ideias de nomes»

«Estou de 33 semanas, entrei no sexto mês. Já temos algumas ideias de nomes, mas temos de olhar para ele ou ela para perceber», continuou. «Tem sido [uma gravidez] mais chata», confessa Luísa Sobral

Sobre a segunda gestação, a intérprete confessa: «Tem sido mais chata. Bastante mais chata. Tenho estado mais cansada. Isso é normal porque já tenho um filho, enjoei muito muito no início. Mas passou. Agora estou só cansada, ficou só o cansaço».

LEIA TAMBÉM: Luísa Sobral na Operação Triunfo espanhola

Convidada para ser uma das apresentadoras do lançamento, a cantora revelou que Margarida Lobo Antunes, uma das autores do livro, é a pediatra do seu filho, José, de um ano. 

«É uma pediatra super descontraída e, para mim, é perfeito. Eu também sou assim. Super querida. Vamos lá de três em três meses e ela conhece cada bebé. É com a mesma atenção. Há bebés que não gostam de ir ao pediatra, o meu adora», contou.  

Questionada sobre as dúvidas que, muitas vezes, assombram a vida das mamãs, Luísa contou que não lida mal e que conta com a ajuda da mãe. «Neste último ano e meio percebi que tenho de seguir o meu instinto. Há tantas coisas boas, que nem penso que seja difícil. Nem sequer são as noites sem dormir, não há assim tantas. Há pequenas angústias quando ele está doente, mas não acontece assim com tanta frequência», terminou. 

 

PUB
Top