Mais uma BRONCA com Teresa Guilherme

A produtora de Teresa Guilherme é acusada de não pagar à equipa de produção do programa «A Casamenteira»

01 Mar 2018 | 20:44
-A +A

A Casamenteira é um projeto de Teresa Guilherme que saiu diretamente do online para os pequenos ecrãs. O programa da apresentadora, que conta com a realização de Tomás Duran, estreou-se em maio de 2017.

Com o programa no ar há quase um ano, surgem agora denúncias de que a produtora da apresentadora, Teresa Guilherme S.A., não pagou aos seus trabalhadores. 

As queixas foram feitas pelos elementos que fazem parte deste projeto, que se dividem no que toca ao responsável por esta situação. 

Teresa Guilherme VS Tomás Duran

O realizador do programa da TVI, Tomás Duran, de 22 anos de idade, garante que, tal comos os restantos membros da equipa, também ele «tem dinheiro a receber da Teresa Guilherme S.A.». 

Na edição n.º1613, a revista TV7 Dias já tinha abordado esta incoerência a nível dos pagamentos. A publicação falou com Sérgio França, um antigo trabalhador da apresentadora, que acusou Teresa Guilherme de «querer o dinheiro todo para ela». 

«Ela não paga. Pagar para ela é um sacrifício. Ela quer que as pessoas trabalhem de borla. Foi o Tomás [Duran] que fez o projeto com ela e ela agora prescindiu de trabalhar com ele. Ela mandou um email a dizer que pagou tudo ao Tomás e que o Tomás não lhes pagou porque não quer, mas é mentira», garante Sérgio. 

«Isto é uma guerra de miúdos que não faz sentido nenhum. A Teresa não está correta porque tem anos na área e, o que se diz, é que ela nunca ficou a dever a ninguém. Mas como produtora do programa devia ter pago às pessoas e depois resolvia a situação com o Tomás. Ela está a descoser o caso para cima dele», remata  uma outra fonte, que não recebe ordenado desde novembro. 

Por outro lado, Teresa Guilherme nega as afirmações de Tomás Duran e confirma que pagou tudo o que devia. Alguns técnicos corroboram a sua versão e acham que a apresentadora está a ser enganada por Duran.

«[Tomás Duran] É um vigarista, um mentiroso. Ele era incerto e não entregava as coisas a tempo», relata elemento do projeto. 

LEIA MAIS:Teresa Guilherme acusada de «dar restos» aos empregados

«Não devo dinheiro a ninguém»

Contactado pelo site da Nova Gente, Tomás Duran defendeu-se e fez questão de garantir que: «Não devo dinheiro a ninguém». 

Tomás Duran, oriundo de Tomar, é tenro em idade, mas, de acordo com as informações que fornece no Facebook, tem uma longa carreira na área. O jovem, de 22 anos, já trabalhou como realizador em todos os canais generalistas portugueses – RTP, TVI e SIC -, «sem relatos de qualquer incidente». 

«Pertenco a uma nova geração de televisão. Já fiz centenas de projetos e nunca fiquei a dever nada a alguém. Em todos os projetos que fiz, correu sempre tudo bem. As pessoas saíram sempre satisfeitas. Nunca houve nenhum problema. Eu e a equipa de A Casamenteira não somos os únicos que têm dinheiro a receber da Teresa Guilherme. Se há dúvidas de quem é que deve dinheiro, vão ver as notícias e os processos que estão em tribunal», afirmou.

Tentámos também falar com Teresa Guilherme que foi parca nas palavras. «Tenho os meus advogados a tratar disso», limitou-se a dizer. 

Alegada agressão dá azo a conflito 

De acordo com uma das fontes, a briga de Teresa Guilherme e Tomás Duran surgiu durante as gravações de mais um episódio de A Casamenteira, no norte do país, em meados de novembro do ano passado. 

Uma troca de ideias entre um dos elementos da produção e Tomás Duran levou a que o jovem realizador fosse algeadamente agredido. A GNR chegou mesmo a ser chamada à quinta onde gravavam, em Vila Nova de Famalicão. 

ESPREITE:Teresa Guilherme procura ajuda psicológica

A partir daí, Tomás Duran e toda a equipa deixou de trabalhar para Teresa Guilherme. De forma a que o programa continuasse a ir para o ar, a apresentadora viu-se obrigada a contratar novos técnicos, bem como um novo realizador.

Segundo a revista TV7 Dias, Teresa Guilherme trabalha agora com Miguel Dias, familiar de um amigo próximo. 

Fim do pesadelo à vista?

De acordo com diversas fontes, Tomás Duran está a tentar resolver a situação de forma pacífica, para que os trabalhadores não avancem para tribunal. O jovem de Tomar pretende organizar uma reunião no decorrer desta semana com os advogados de Teresa Guilherme. 

Fotos: Impala e Reprodução Instagram

PUB
Top