Manuel Luís Goucha abalado com morte de cadela: “Não falo das minhas dores. São minhas”

Manuel Luís Goucha tem sofrido com a morte da sua cadela, chamada Amália, que encontrou sem vida no domingo, 10 de outubro, horas antes de apresentar mais uma gala do “Big Brother”, da TVI.

13 Out 2021 | 15:20
-A +A

Manuel Luís Goucha foi surpreendido ao encontrar, no passado domingo, dia 10 de outubro, um dos seus animais de estimação sem vida, na sua casa de Fontanelas, em Sintra. No dia em que ia conduzir mais uma gala do “Big Brother”, o apresentador da TVI foi obrigado a mostrar o seu melhor sorriso, mas por dentro estava desfeito.

Quem anunciou a morte da cadela foi o marido, Rui Oliveira, que estava longe, no monte que o casal possui em Monforte. “Morreu de velhice. Foi o Manuel Luís a dar com ela. Eu aqui no monte imagino como deve ele estar triste, mas o espetáculo continua”, referiu, recordando a chegada de Amália às suas vidas.

“Foi atirada, não teria mais de dois meses, para dentro do nosso jardim em Fontanelas. Soube esconder-se entre a lenha, não fosse a matilha fazer-lhe mal. Só à noite dei por ela, faminta e cheia de sede. Ficou connosco até hoje e revelou-se uma cadela excecional. A única a nadar na piscina sempre que se achasse com calores. Só nos deu alegria e um susto quando tocou numa lagarta do pinheiro. Tememos por ela, necrosou parte da língua mas continuou feliz até esta manha”, afirmou.

No intervalo da gala do “Big Brother”, Manuel Luís Goucha optou por não dar qualquer declaração sobre o assunto. “Não falo das minhas dores. São minhas. Dou-me aos outros nas minhas alegrias, por isso não vou falar disso”, limitou-se a dizer, segundo a revista TV Mais.

Texto: Filipa Rosa; Fotos: Redes sociais

 

PUB
Top