Manuel Maria Carrilho recorreu a psiquiatra e…

revelações chocantes foram tornadas públicas!

17 Out 2017 | 15:38
-A +A

Manuel Maria Carrilho continua envolvido em polémica. Para além de estar a decorrer um julgamento por ter, alegadamente, violentado a ex-mulher, Bárbara Guimarães, agora vem a público uma situação que está a chocar tudo e todos.

 Segundo o psiquiatra a que recorreu depois do divórcio, o ex-ministro da Cultura  «queria suicidar-se».

Joaquim Cabeças avança ainda, segundo uma publicação diária, que:

 «Ele [Carrilho] estava completamente destruído, numa anorexia profunda, cheio de ansiedade e com pouca capacidade cognitiva. Além disso, o arguido mostrava vontade de se suicidar, e pensava como iria executar. Tive que o medicar.»

Por que foi Carrilho a tribunal?

O antigo ministro da Cultura é acusado do crime de violência doméstica e difamação, em processo interposto pela ex-mulher, Bárbara Guimarães.

O julgamento teve início no dia 6 de fevereiro deste ano.

Leia tudo aqui!

PUB
Top