Marco Paulo conta tudo sobre o tratamento que está a fazer para tratar novo cancro

Marco Paulo está a lutar contra um cancro no pulmão e deu uma entrevista ao programa de Júlia Pinheiro a explicar como está a combater a doença.

21 Jun 2022 | 15:50
-A +A

Marco Paulo está com um cancro no pulmão, mas, para já, não se prevê que venha a ser operado. O cantor deu uma entrevista ao programa de Júlia Pinheiro, das tardes da SIC, e, além de ter revelado como soube a notícia, contou tudo sobre os tratamentos que está a fazer.

“A vontade é de viver”, começou por dizer Marco Paulo, explicando que ficou a saber do diagnóstico através de uma consulta de rotina, na qual o médico lhe disse que tinha umas manchas no pulmão direito. A seguir, o cantor falou com a médica que o acompanha há vários anos através de videoconferência. “Foi-me dito que tinha de ser tratado o mais rapidamente possível, para que aquilo que eu tinha não se alastrasse para outros órgãos do corpo”, afirmou.

“Não entrei em pânico. Recebi a notícia mais tranquilo”, disse ainda o artista, explicando por que não vai ser submetido a terapias mais agressivas. “Já são muito cansativas para mim… Já não tenho veias”, afirmou, acrescentando depois: “Vou fazer um tratamento com comprimidos, que tenho de tomar todos os dias às 20h00”. De três em três meses, Marco Paulo levará também “uma injeção na barriga, próximo do umbigo” e, no final do tratamento, fará novos exames para se perceber a evolução da doença.

Programa de Marco Paulo continua em antena

Apesar de tudo, o cantor popular garante que se “sente bem” e que irá continuar a apresentar o programa semanal que tem na SIC, “Alô Marco Paulo”. “Em vez de cantar três músicas, tenho de cantar apenas duas”, explicou, dizendo ainda que, nos próximos tempos, os seus concertos também serão mais curtos: ao invés de duas horas em palco, o artista cantará apenas durante uma hora e um quarto.

“Quero que o meu programa continue e tenha audiências (…) A minha voz está aqui para transmitir sentimentos e emoções a quem ouve e o meu sorriso, estando muito doente ou normal, é para transmitir às pessoas que sou um homem feliz“, disse ainda, no final da entrevista.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Impala e Reprodução redes sociais

PUB