Maria João Abreu e José Raposo fogem do guião e quebram o silêncio sobre Ângelo Rodrigues

Na apresentação da nova temporada da SIC, os dois atores subiram a palco e surpreenderam a plateia ao fugir do guião para falar sobre Ângelo Rodrigues, com quem contracenaram em Golpe de Sorte.

10 Set 2019 | 14:50
-A +A

A SIC, na pessoa do Diretor-Geral de Entretenimento da Impresa, Daniel Oliveira, tem sido cautelosa ao abordar o internamento de Ângelo Rodrigues. A mesma postura têm assumido, quando confrontados pela imprensa, colegas com quem o ator contracenou na série Golpe de Sorte, cuja segunda temporada encerrou esta segunda-feira, 9 de setembro, uma vez mais líder de audiências.

No mesmo dia, a estação de Paço d’Arcos apresentou aos jornalistas as principais apostas para a próxima época televisiva e Maria João Abreu e José Raposo subiram ao palco do Cineteatro Capitólio, em Lisboa, para promoverem a derradeira temporada da série produzida pela Coral Europa.

Todavia, ambos fugiram ao guião – uma expressão usada pelo próprio ator – quando deixaram de lado Golpe de Sorte para falar sobre Ângelo Rodrigues, que recupera de uma infeção grave no Hospital Garcia de Orta, em Almada, depois de ter corrido risco de vida. «Quero mandar um beijo de parabéns ao meu querido Ângelo Rodrigues, que faz anos hoje», disse a protagonista da história assinada por Vera Sacramento.

Raposo seguiu as pisadas da ex-mulher e também aproveitou a ocasião para abordar publicamente o estado de saúde do colega. «Quem conheceu o Ângelo sabe que ele é, de facto, um ser muito bonito. Sinceramente, espero que aconteça tudo de bom do universo para ele. Vale a pena fazermos aqui uma ressalva muito especial ao Ângelo», afirmou. Nesse momento, ouviu-se uma intensa ovação no Capitólio.

 

A melhorar dia após dia

 

Ângelo Rodrigues, agora com 32 anos, deixou a unidade de Cuidados Intensivos, onde permanecia desde o dia 26 de agosto, para, no final da semana passada, ser transferido para a unidade de Cuidados Intermédios do mesmo hospital. Já no sábado passado foi transferido para o serviço de Medicina I.

Esta transferência indica que o estado de saúde do ator está a melhorar e que o corpo clínico que o acompanha tem conseguido debelar a infeção, alegadamente causada pela administração de uma injeção de testosterona. Segundo a agência que o representa, Ângelo Rodrigues está finalmente livre de perigo e já não corre o risco de amputação de perna.

 

VEJA TAMBÉM:
Ângelo Rodrigues declara-se a Iva Domingues: «Estarei sempre a sorrir-te»
Ângelo Rodrigues passa aniversário no hospital… com direito a prenda especial!
Ângelo Rodrigues não é caso único. Eis a atriz que foi operada devido aos esteróides

 

Texto: Ana Filipe Silveira e Dúlio Silva | Fotografias: Jorge Fernandes, Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top