Maria Leal ACUSA SIC: «foram totalmente parciais na entrevista»

Maria Leal reagiu publicamente depois da entrevista na SIC, no programa Vidas Suspensas. A artista considera-se injustiçada e promete ir «até às últimas consequências».

20 Out 2018 | 12:40
-A +A

Depois de esta terça-feira, 16 de outubro, Francisco D’Eça Leal ter acusado Maria Leal de burla e roubo, a cantora pediu à SIC para dar a conhecer o seu lado da história.

Maria Leal foi a convidada desta sexta-feira, 19 de outubro, do Vida Suspensas, da estação de Carnaxide. No entanto, a artista parece não ter ficado satisfeita com a condução da entrevista.

Nas redes sociais, Maria Leal acusou os jornalistas de serem «totalmente parciais».

«Felizmente em Portugal existe jornalismo de qualidade, porque o que temos visto na SIC, além de uma reportagem onde não me deram direito de me defender das acusações infundadas de que fui alvo, foram totalmente parciais na entrevista que me concederam hoje a meu pedido, não passando os factos mais importantes que denunciei, tratando-me como se de uma criminosa se tratasse. Haja profissionalismo, irei até às últimas consequências para ver limpo o meu bom nome», começa por referir.

Leia mais: Maria Leal em lágrimas: «Estão a destruir-me»

A mulher de Francisco D’Eça Leal vai ainda mais longe e dirige algumas palavras a Joana Latino que nos últimos dias tem feito alguns comentários sobre a situação.

«Quanto à suposta jornalista Joana Latino, uma vez que não considero os seus comentários jornalismo, disse que todos deviam cancelar os meus concertos, como se já fosse um facto concreto a minha prática ilícita, apenas lhe digo que tenha vergonha e venha se retratar, para bem do canal que representa», termina.

Maria Leal tem, nos últimos dias, recebido várias ameaças e mensagens com insultos desde que o marido revelou que esta lhe tinha roubado centenas de euros.

Fotos: Arquivo Impala e Redes Sociais

PUB
Top