Maria Leal garante que recebeu proposta indecente de futebolista: «Juro que é verdade»

Maria Leal foi questionada sobre propostas indecentes que já possa ter recebido. Segundo ela, não têm faltado e vão desde um futebolista a um ménage a trois em troca de dez mil euros.

13 Fev 2020 | 21:35
-A +A

Já te fizeram alguma proposta indecente? Esta foi a pergunta feita por Fernando Alvim a Maria Leal, convidada especial de uma das emissões do programa Prova Oral da Antena 3. «Claro que já me fizeram», atirou a intérprete de temas como Dialetos de Ternura ou DJ Aumenta o Som.

Sem pudores, a artista que se tornou conhecida depois de o ex-namorado, Tiago Ginga, ter sido concorrente do reality show da TVI Casa dos Segredos contou dois episódios. «Disseram-me que me pagavam para faz uma ménage a trois», referiu Maria Leal, usando a expressão francesa referente à prática sexual envolvendo três pessoas em simultâneo.

Fernando Alvim quis saber mais, mas a artista não adiantou detalhes. Revelou, apenas, que a oferta era de «dez mil euros». «Claro que eu disse que não», completou.

 

Proposta após acabar com Tiago Ginga

 

As propostas indecentes que recebeu também já envolveram um jogador de futebol, cuja identidade que Maria não quis revelar. «Foi quando eu saí de um reality show», datou, referindo-se, provavelmente, ao dia em que entrou na Casa dos Segredos para terminar, em direto, a relação com aquele que era, até esse momento, a sua cara-metade: Ginga tinha-se apaixonado pela concorrente Bernardina Brito, com quem acabaria por ter um filho.

«Ele [o jogador] queria ir ter a minha casa. Queria pôr logo metade [do dinheiro que ofereceu] na minha conta. Eu ainda não cantava. Juro-vos, pela minha carreira, que é verdade», terminou.

 

Quer fazer programa com crianças

 

No mesmo espaço da estação de rádio pública, cuja condução Alvim dividiu com Joana Gama, Maria Leal admitiu que, futuramente, gostava de «muito, mesmo muito, de fazer era um programa de televisão com crianças». «Gostava de fazer um programa aos domingos em qualquer estação», admitiu.

A razão, atirou ainda, é porque «faz falta». «Lembro-me de ser criança e de me levantar aos domingos de manhã para ver um programa. Hoje em dia, as crianças estão muito agarradas à PlayStation», explicou.

 

VEJA TAMBÉM:
Maria Leal acusada de destruir casa que fingiu ser sua
Maria Leal tenta anular processo de divórcio! Alega incapacidade mental do marido
Bruno Savate aventura-se em negócio com apoio especial de Maria Leal

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotografias: Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top