Marie revela ter sido apalpada por padre: “Chamei-lhe pedófilo na missa”

Marie aproveita censura de cartaz sobre abusos sexuais na Igreja portuguesa para revelar o que lhe aconteceu.

04 Ago 2023 | 22:00
-A +A

Marie, que encantou muitos portugueses com a participação no Big Brother, reality show da TVI, recorreu às redes sociais para partilhar um desabafo que terá acontecido quando tinha apenas 13 anos. A partilha surge na sequência da remoção do cartaz publicitário, em Oeiras, que dava conta do número de vítimas de abusos sexuais na Igreja em Portugal.

Leia ainda: Novo look deixa fãs rendidos: “Muito melhor, pareces outra”

Bumbum de Georgina Rodríguez dá que falar

“Percebo os que defendem e explicam a importância, nasci numa família católica, tenho o crisma e mamei hóstias também, mas alguém que proclama a fé viria visitar o seu povo até descalço, sentado no chão. Usaria esse dinheiro para ajudar quem não tem e os animais. De luxo, já chega as gorjetas e as heranças dos velhinhos que, ignorantes, deixam à Igreja. A religião católica, neste momento, nada tem a ver com fé, mas dinheiro sujo e um poço de maldade“, começa por desabafar.

“Houve um dia em que um padre me apalpou o rabo”

“Que a justiça e voz do povo seja mais forte do que qualquer seita e religião que usa o seu fraco poder e o medo de outrém para os seus próprios cruéis prazeres”, prossegue. Avançando para a partilha que envolve uma agressão sexual por parte de um padre. “Houve um dia em que um padre me apalpou o rabo, quando tinha 13 anos, e por impulso chamei-lhe de pedófilo na missa. Ao invés de haver uma reação para com esse adulto, recebi o meu castigo de ter de acolitar (ajudar o padre) um mês na missa por ter faltado ao respeito do senhor”, conta.

“Só falando e agindo fazemos justiça”

“Nada comparado com a situação de todas essas crianças, mas é algo muito comum e existem muitas histórias. Uma realidade sombria sobre essa empresa católica camuflada sobre fé e pureza. Uma realidade muito suja que as pessoas julgam-se pequenas para enfrentar. Só falando e agindo fazemos justiça e desconstruímos o sujo poder presente no mundo entre estas grandes empresas”, termina.

Texto: Bruno Seruca
Fotos: Reprodução Instagram
PUB