Marlene quer conhecer irmã levada pela IURD

Depois de ter sido expulsa da Casa dos Segredos 7, Marlene Ferreira revelou pormenores sobre a irmã, Raquel Urbaneja.

12 Mar 2018 | 11:09
-A +A

Marlene Ferreira foi a concorrente expulsa desta terceira gala da Casa dos Segredos 7. A jovem não deixou os portugueses indiferentes com o seu segredo, revelado este domingo, 11 de março. 

 

«A minha irmã foi levada por um bispo da IURD», é o segredo de Marlene. No entanto, a história contada pela agora ex-concorrente parece ter algumas falhas. 

 

A irmã de Marlene, de seu nome Raquel Urbaneja, não terá sido levada por um bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, mas sim entregue pela mãe, Milena, àquela instituição.

Esta versão dos facto já tinha sido, de resto, avançada pela TV7Dias na edição 1616

 

De acordo com a história contada ainda dentro da Casa e, depois, aos jornalistas, Milena terá engravidado numa altura em que não tinha capacidade par criar mais uma criança. 

Os motivos  que levaram Milena a entregar Raquel à IURD não são claros mas Marlene não parece apontar o dedo à mãe:

«Nunca senti necessidade de pressionar a minha mãe neste assunto. Todos tomamos decisões na nossa vida que, por vezes, não dão para explicar». 

 

Na altura, Milena tinha duas filhas para criar – Marlene e Miriam. A falta de capacidade financeira poara sustentar uma terceira filha levou-a a tomar a decisão de entregar Raquel aos cuidados da Igreja Universal do Reino de Deus.  Separou-se do pai das meninas, José Santos, e construiu uma vida nova ao lado de Ricardo, o padrasto de Marlene. 

 

A mãe biológica de Marlene e o padrastro já não estão juntos. Marlene considera Ricardo o seu «pai de coração». No entanto, foi José Santos, o pai biológico, quem esteve nos estúdios da Venda do Pinheiro. 

 

A concorrente expulsa revelou que a escolha do segredo acabou por ser «uma coincidência» temporal com o trabalho de investigação da TVI levado a cabo pelas jornalistas Alexandra Borges e Judite França, «O Segredo dos Deuses», que expôs um alegado esquema de adoções ilegais que a organização religiosa teria montado em Portugal na década de 1990. 

 

A reportagem revelou também que Raquel – que usa o apelido Urbaneja – vive no estado brasileiro de Rio Grande do Sul. É casada com Filipe, pastor da IURD e é obreira da instituição.  Tal como já foi anteriormente revelado pela TV7Dias, Raquel foi adotada pelo bispo brasileiro João Luiz Urbaneja. 

 

Veja o vídeo:

 

 

 

 

Quanto à hipótese de encontrar a irmã, Marlene explica: «Tenho imensa vontade e gosto em conhecer a Raquel mas, às vezes, o que parece fácil não é. No fundo, não vou querer usar isto como um álibi para conhecer a minha irmã.»

 

A relação fria com o pai biológico

 

Quando chegou ao estúdio, depois da expulsão seria de esperar que Marlene ficasse entusiasmada por ver o pai, José Santos. Porém, a expressão da jovem foi mais de frieza do que de entusiasmo. 

Marlene alega que a sua reação com José é «boa» e que este é tão importante  quanto o padrasto que a criou. 

 

Texto: Marta Costa | Fotos: Zito Colaço

PUB
Top