Médica e adotada: Brasil rendido à vencedora improvável do Big Brother

Thelma Assis é a mais improvável vencedora do Big Brother Brasil. É médica, tirou o curso graças a uma bolsa de estudo e foi adotada. Ganhou a vigésima edição do reality show com 44,1% dos votos.

28 Abr 2020 | 11:42
-A +A

Thelma Assis, de 35 anos, sagrou-se esta segunda-feira vencedora do Big Brother Brasil. A concorrente, natural de São Paulo, fez história pela sua história atípica e por ter conquistado o coração dos brasileiros.

Médica anestesista, Thelma foi adotada com apenas 3 dias. Só descobriu a verdade sobre as suas origens quando recebeu uma chamada anónima. «Até hoje não sei quem me ligou. Fiquei dois dias fora do ar, mas entendi a decisão dos meus pais. Ter nascido do coração deles foi a melhor coisa que poderia ter me acontecido na vida», disse Thelma. A médica nunca quis saber quem era a sua família biológica.

Thelma também faz parte de uma escola de samba de São Paulo e, ao longo da sua vida, sentiu a discriminação por ser pobre e negra. «Tanto na dança como na Medicina, sempre fui a única negra nos meus grupos», declarou

Quando decidiu seguir Medicina, Thelma nao tinha dinheiro para estudar. Durante 3 anos, estudou para fazer o exame de acesso à faculdade. Conquistou uma bolsa, mas teve de mudar de cidade. Viveu numa pensão e sobreviveu com 48 euros por mês para comida. «Só não passei fome. De resto, teve tudo que você possa imaginar», contou.

A única negra do Big Brother Brasil

Thelma Assis foi a única concorrente negra desta edição do reality show.

vídeo da Dona Yara, mãe da Thelma, comemorando a vitória da filha no reality-show mais popular do país é a melhor coisa que você vai ver hoje. Viva Thelminha! ??❤️ pic.twitter.com/KnSXxif5mF

O facto não só de ser mulher mas também negra e de origens humildes fez com que a vitória de Thelma foi ainda mais destacada e vários famosos do Brasil elogiaram a médica anestesista. Patrícia Pillar, Preta Gil, Anitta, Ludmilla e a atriz Taís Araújo estiveram entre as principais apoiantes da médica.

A vigésima edição do Big Brother Brasil misturou anónimos com famosos e Thelma foi a única desconhecida a chegar à final, batendo a influenciadora Rafa Kalimann e a cantora Manu Gavassi. Thelma ganhou 244 mil euros e um carro.

Num país cada vez mais dividido ideologicamente, a vitória de Thelma Assis tem inevitáveis conotações políticas e sociais. A 20ª edição do Big Brother Brasil foi também a que bateu todos os recordes do reality show naquele país. A votação para expulsão de 31 de março, por exemplo, registou uns absurdos 1,5 mil milhões de votos no site oficial do programa. Em termos de audiência televisiva, o BBB20 registou uma média de 165 milhões de telespectadores.

Texto: Raquel Costa | Fotos: redes sociais

 

Veja mais:
Big Brother 2020. Fábio ataca Sónia: «Não olha a meios para atingir os fins»
Big Brother Brasil: concorrentes já sabem do coronavírus e ficam em pânico

 

Pontos de Venda das Nossas Revistas

 

PUB
Top