Meghan e Harry VISITAM crianças com DOENÇAS RARAS!

Meghan e Harry estiveram presentes na gala de entrega de prémios da associação WellChild. O duque de Sussex é presença assídua desde 2007.

05 Set 2018 | 16:28
-A +A

Harry e Meghan marcaram presença esta terça-feira, 4 de setembro, no evento WellChild Awards que decorreu em Londres. Segundo o site da instituição, estes prémios têm como objetivo celebrar «as qualidades inspiracionais das crianças e jovens com doenças raras».

Esta foi a primeira vez que Meghan esteve presente na cerimónia, ao lado de Harry que apoia esta organização há 11 anos. Durante a celebração os duques de Sussex tiveram a oportunidade de conhecer várias crianças.

 LEIA MAIS: Casa real britânica comparada a seita religiosa pelo pai de Meghan Markle!

Uma das crianças, Matilda, que sofre de paralisia do pescoço para baixo, ofereceu a Meghan uma caixa com flores brancas. Tocada pelo gesto, a duquesa ofereceu à menina uma dessas rosas para recordar o momento, fazendo-a prometer que nunca iria parar de sorrir.

Ao longo da celebração, Harry fez um discurso em homenagem a todas a crianças e a quem as apoia. «Cada um de vocês é verdadeiramente incrível. Mostraram-nos o que significa ser um campeão, quer seja por vocês, pela família ou por alguém que necessita. A atitude de lutadores, serve como um constante lembrete de que devemos sempre olhar para o lado positivo e nunca desistir».

Para terminar, o príncipe deixou um agradecimento especial: «Estou especialmente agradecido por poder partilhar a magnitude deste trabalho com a minha mulher».

VEJA MAIS: Meghan Markle ROUBA AS ATENÇÕES em casamento de amigo de Harry

Harry mantém uma relação próxima com a organização

A apoiar a WellChild desde 2007, Harry mantém uma relação próxima com a organização. Além de participar regularmente na entrega de prémios anual, o duque de Sussex recebeu duas das crianças assistidas e os seus familiares, no palácio de Buckingham.

No casamento com Meghan, que decorreu a 19 de maio, também estiveram presentes, como convidadas, cinco das enfermeiras que trabalham na associação.

Fotos: Reuters

 

 

 

 

PUB
Top