Meghan Markle quer um PARTO NATURAL e pensa recorrer a HIPNOSE!

Meghan Markle já está a preparar o nascimento do primeiro filho. Adepta de um estilo de vida saudável, a duquesa de Sussex quer ter um parto o mais natural possível.

08 Dez 2018 | 10:40
-A +A

Grávida do primeiro filho, Meghan já está a preparar o nascimento do bebé, apesar de ainda faltarem alguns meses. A ex-atriz revelou que, tal como a cunhada Kate Middleton, pensa recorrer à hipnose de forma a ter um parto mais natural possível.

A mulher do príncipe Harry dispensa anestesia e qualquer outro tipo de substância para facilitar o processo. O único método que quer utilizar é conhecido como hypnobirthing (nascimento hipnótico), que permite que as mães conseguirem controlar os seus corpos, assim como a dor que sentem ao dar a luz.

Leia mais: Príncipe Harry faz teste da SIDA!

Já conhecida por ser adepta de um estilo de vida saudável, Meghan está decidida a seguir este procedimento, que tem como objetivo controlar a dor das contrações, com técnicas específicas de respiração e concentração.

Segundo a imprensa internacional, a duquesa de Sussex tem ainda frequentado aulas de ioga em Londres. Recorde-se que Meghan e Harry casaram em maio deste ano e que este é o primeiro filho do casal, que deverá nascer em abril.

Harry e Meghan ameaçados de morte

O príncipe Harry terá sido ameaçado de morte por um grupo com ideologias nazis. O motivo terá sido o facto de ter casado com Meghan Markle, que tem ascendência africana. De acordo com a imprensa inglesa, a casa real tem recebido mensagens e imagens violentas que acusam o príncipe de «traição à raça».

Veja ainda: Assistente pessoal de Meghan Markle NÃO AGUENTA e DESPEDE-SE!

Apesar de o Palácio de Kensington não se ter pronunciado sobre o caso, a BBC afirma que Harry tem sido intimidado «há vários dias». A comunicação social no Reino Unido acredita que quem está por detrás destas ameaças é uma organização criada por Andrew Dymock, estudante da Universidade de Bath, organização essa que quer ser uma «réplica» dos radicais norte-americanos da Atomwaffen Division (AD) – em alemão, Atomwaffen significa armas nucleares. A AD incentiva a prática de actos terroristas em nome da «supremacia branca». Os seus ídolos: Adolf Hitler Charles Manson.

Leia o artigo completo aqui.

Texto: Redação WIN – Conteúdos digitais / Fotos: Reuters 

PUB
Top