Menos 10 mil por mês: José Eduardo Moniz renova com dona da TVI mas leva corte no salário

O contrato de José Eduardo Moniz como consultor do grupo que detém a TVI foi renovado por mais três anos. Porém, o antigo diretor-geral do canal levou um corte salarial na ordem dos 10 mil euros.

09 Abr 2021 | 19:30
-A +A

José Eduardo Moniz, de 68 anos, vai manter-se como consultor da empresa que detém a TVI por mais três anos. Segundo a imprensa, o contrato que liga o antigo diretor-geral da estação de Queluz de Baixo à Media Capital foi renovado, mas por valores salariais menores àqueles que eram praticados até então.

A remuneração não é, contudo, clara. De acordo com a N-TV, José Eduardo Moniz passa a auferir 18 mil euros. Já o Correio da Manhã fala em 20 mil. De qualquer das formas, será certo o corte no ordenado do consultor, uma vez que a última fonte escreve que o mesmo estava a ganhar 30 mil. Contas feitas, o antigo patrão da TVI sofreu um corte mensal de 10 mil euros. Menos 120 mil euros por ano.

Questionada pela TV 7 Dias sobre a renovação do contrato de José Eduardo Moniz, a dona da TVI não abre o jogo. “A Media Capital esclarece que não deve dar exposição pública nem prestar informações sobre o âmbito  e a duração dos contratos de prestação de serviços que tem com os seus consultores, sejam eles de programação, entretenimento, apoio tecnológico, gestão, ficção e outras áreas complementares”, diz o grupo.

O também vice-presidente do Benfica é consultor da empresa que detém a TVI desde 2015. Regressou como consultor para o Entretenimento e Ficção, mas agora estará apenas ligado à última área de programação.

A renovação do contrato ocorreu já com a nova administração da Media Capital, liderada por Mário Ferreira. O último vínculo de Moniz tinha sido elaborado quando o grupo dono da TVI ainda pertencia à Prisa.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala

PUB
Top