Milagre na Cela 7: O filme da Netflix que está a deixar os famosos a chorar

Milagre na Cela 7 é o filme que mais lágrimas está a roubas aos famosos nesta quarentena. Conheça a história e saiba qual a opinião de alguns rostos conhecidos do público.

05 Abr 2020 | 11:20
-A +A

Milagre na Cela 7 é o filme da Netflix do momento. Este drama turco, dirigido por Mehmet Ada Öztekin, está dar que falar pelas muitas lágrimas que tem roubado àqueles que, durante duas horas, ficam compenetrados no ecrã. Esta história de luta pela vida e superação está a comover o Mundo e são já alguns os famosos, que por cá, tecem comentários positivos ao filme.

Adaptado do filme coreano com o mesmo nome, lançado em 2013, Milagre na Cela 7 conta a história de um pastor com deficiência intelectual, incriminado injustamente pela morte da filha de um comandante do exército turco. Condenado à pena de morte, este homem vai ter de lutar pela própria vida e, ao mesmo tempo, provar a sua inocência.

Carregado de emoção, este drama passa-se na década de 80, revelando um panorama da história da Turquia naquela época, e retrata a cumplicidade entre pai e filha, – Aras Bulut İynemli e Nisa Sofiya Aksongur nos principais papéis – num momento em que todas os princípios morais e comportamentos humanos são colocados em causa.

Do elenco fazem ainda parte atores como Deniz Baysal, Celile Toyon Uysalİlker AksumMesut Akusta.  

Veja o trailer:

 

«Um filme que faz pensar no verdadeiro valor da nossa existência»

Nas redes sociais, são vários os rostos conhecidos que partilham as suas opiniões no que toca a este drama. Seja com fotografias em que, claramente, o choro esteve presente, seja através de Instastories em que contam a sua reação.

Cristiana Jesus e Cláudio Alegre são um desses casos. O casal aproveitou o período de quarentena, em que nos encontramos, para um serão passado a ver Milagre na Cela 7. Ela, que está grávida de seis meses, ficou de tal forma comovida que deixou um conselho: «Grávidas deste país, não vejam este filme. Esperem que o bebé nasça. Não vejam esse filme porque eu solucei».

Já Cláudio, aconselha vivamente a visualização do filme. «Em 28 anos da minha existência. Já assisti a milhares de filmes mas um filme como o que assisti hoje jamais! Um filme comovente do início ao fim, com uma história com uma história que faz pensar no verdadeiro valor da nossa existência. Aconselho muito este filme. Preparem os lenços de papel e tirem duas horas do vosso tempo para assistirem e depois digam-me se não tenho razão, que é um filme incrível, um filme que nos emociona», referiu o algarvio.

Também Fanny Rodrigues já assistiu a esta história e, em poucas palavras, referiu ter ficado «a soluçar de tanto chorar».

Texto: Marisa Simões; Fotos: DR

PUB
Top