Ministério Público abre inquérito sobre morte de Sara Carreira (ÚLTIMA HORA)

O Ministério Público abriu um inquérito para “apurar as circunstâncias da morte” de Sara Carreira. A filha de Tony Carreira tinha apenas 21 anos e perdeu a vida num acidente de viação.

07 Dez 2020 | 16:45
-A +A

O Ministério Público abriu um inquérito para “apurar as circunstâncias da morte” de Sara Carreira. A notícia é confirmada por fonte oficial da Procuradoria Geral da República, citada pelo Correio da Manhã, que adianta ainda que o inquérito está a cargo do Departamento de Investigação e Ação Penal de Santarém.

O acidente que vitimou a filha de Tony Carreira aconteceu, ao final da tarde do passado sábado, no quilómetro 61 da A1, no sentido Norte-Sul, próximo do nó de saída para o Cartaxo, e envolveu quatro viaturas. Aquela em que seguia a cantora era dirigida pelo namorado, o também cantor Ivo Lucas, que ficou com uma fratura exposta no braço.

Houve ainda registo de duas pessoas com ferimentos ligeiros, cujas identidades foram, entretanto, conhecidas. Tratam-se da fadista Cristina Branco e da filha desta, de dez anos. “Ontem, morreu a filha do Tony Carreira, a quem, sem o conhecer, só posso expressar a minha dor solidária. Podia ter morrido a minha filha mais nova e a sua mãe. Efetivamente, estiveram as duas envolvidas no choque em cadeia na A1, em Santarém, e, felizmente, saíram apenas com fraturas ósseas”, referiu, este domingo, o escritor Tiago Salazar, ex-companheiro de Cristina Branco e pai da menina ferida.

Sara Carreira era a mais nova dos três filhos de Tony Carreira e Fernanda Antunes, separados desde 2014. Tinha apenas 21 anos a dava os primeiros passos no mundo da música, seguindo, assim, o mesmo caminho profissional do que o pai e os irmãos, Mickael e David Carreira.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top