Miséria: Pai de Célia de Big Brother viveu na rua e morreu num lar

Célia, finalista do primeiro Big Brother, afastou-se do pai e é acusada de o ter desprezado numa altura em que este mais precisava. Pai de Célia, que sofria de doença psiquiátrica, acabou por morrer

25 Jan 2020 | 15:15
-A +A

Célia Melo Ferreira, do Big Brother, está a ser acusada de ter desprezado o pai quando este foi viver para a rua. Alberto, o progenitor, viveu na miséria e, durante bastante tempo, usou uma carrinha abandonada para se proteger do frio. Uma doença psiquiátrica que o impedia de comer levou o tribunal a pedir o seu internamento compulsivo numa unidade psiquiátrica hospitalar, tendo sido transferido, entretanto para um lar… onde acabou por falecer.

Em contrapartida, Telmo perdeu o pai quando ainda era muito novo e esta morte obrigou-o a desistir do seu grande sonho… o da tropa.

Juntos há 20 anos

 

Célia e Telmo conheceram-se na primeira edição do Big Brother, em 2000. O casamento teve honras de transmissão em direto na TVI. O casal vive afastado das luzes da ribalta e tem dois filhos, Alexandre, de 16 anos e Rafael, de 3.

Veja as fotos de como estão os concorrentes hoje em dia e leia a reportagem completa na revista que agora chega às bancas.

 

Textos: Carla Ventura; Fotos: Arquivo Impala e DR

 

Veja também:
Célia do Big Brother suspira de alívio depois de viver DRAMA FAMILIAR
Big Brother chegou a Portugal há 19 anos! Lembra-se de todos os concorrentes?

PUB
Top