Mónica Silva: “Pontos suspeitos” levam a buscas pela grávida na ria de Aveiro

Uma empresa privada, contratada pela família de Mónica Silva, realiza, esta quarta-feira, dia 6 de dezembro, buscas junto à Ponte de Varela, na ria de Aveiro.

06 Dez 2023 | 14:38
Mónica Silva
-A +A

Uma empresa privada, contratada pela família de Mónica Silva, realiza, esta quarta-feira, dia 6 de dezembro, buscas junto à Ponte de Varela, na ria de Aveiro. No local está ainda a Polícia Marítima por uma questão de segurança. Em declarações ao Notícias ao Minuto, o comandante da Polícia Marítima Conceição Dias revelou que foi pedida autorização para a realização das buscas que em nada estão relacionadas com a investigação das autoridades.

Leia ainda: Mónica Silva: Nova pista no caso da grávida desaparecida leva a buscas em apartamento

Cantora dá queda aparatosa de palco

As buscas decorrem desde a manhã desta quarta-feira e, segundo a mesma fonte, “o trabalho está a ser realizado com recurso a sonar, numa área de 100 metros, a jusante e a montante”. O comandante acrescenta ainda que:  “Foram identificados entre 6 a 10 pontos suspeitos com algum volume e os mergulhadores vão já na verificação do quarto volume”.

“Pontos suspeitos” podem não levar a novas pistas

A empresa destacada para fazer as buscas mostrou-se solidária para com os familiares da grávida desaparecida na Murtosa e ofereceu os serviços. Se os “pontos suspeitos” não levarem a novas pistas, as buscas serão concluídas ainda esta quarta-feira. Importa referir que Mónica Silva desapareceu na Murtosa, em Aveiro, há cerca de dois meses. A Polícia Judiciária mantém as buscas pelo corpo e o principal suspeito, Fernando Valente, permanece detido.

Texto: Sofia Mendes
Fotos: Redes sociais

 

 

PUB