Morreu Vasco Pulido Valente, historiador e ex-comentador da TVI

Vasco Pulido Valente morreu esta sexta-feira, 21 de fevereiro, aos 78 anos. O historiador e cronista foi uma das mais proeminentes vozes críticas das últimas décadas, tendo sido comentador da TVI.

21 Fev 2020 | 17:20
-A +A

Nasceu Vasco Valente Correia Guedes mas, aos 17 anos, mudou de nome. O país conhece-o como Vasco Pulido Valente, o nome sempiterno da coluna de opinião do Público, dos ensaios, dos livros de História e, durante um curto período, também da televisão, onde foi comentador do extinto Jornal Nacional, da TVI.

Vasco Pulido Valente morreu esta sexta-feira, 21 de fevereiro, aos 78 anos, num hospital em Lisboa onde estava internado. Além de cronista do Público desde a sua fundação, colaborou com o Diário de Notícias, A Tarde, O Independente e Observador. Foi comentador da TSF, da Rádio Comercial e da TVI.

A sua obra estende-se também ao grande ecrã. Foi co-argumentista dos filmes O Cerco, de António da Cunha Telles e Aqui d’El Rei!, de António Pedro Vasconcelos e argumentista do filme O Delfim, de Fernando Lopes.

Vasco Pulido Valente foi casado quatro vezes, uma das quais com a jornalista e comentadora da TVI, Constança Cunha e Sá. Deixa uma filha, Patrícia, de 44 anos, fruto do seu primeiro casamento com a atriz Maria Cabral.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: DR e Arquivo Impala

 

Veja mais:
Esta é a verdadeira causa de morte de Tozé Martinho. Guionista morreu com profunda mágoa

 

PUB
Top