Música mais ouvida no Brasil incentiva a abusos

Canção «Só Surubinha de Leve», que lidera o TOP brasileiro de música do Spotify, faz apologia a abusos sexuais.

19 Jan 2018 | 17:12
-A +A

O tema funk Só Surubinha de Leve, que lidera o TOP brasileiro de música do Spotify, faz apologia a abusos sexuais e à violência contra as mulheres. A letra da música de Mc Diguinho inclui vários versos agressivos como «Só surubinha de leve com essas filhas da puta / Taca bebida / Depois taca pica / E abandona na rua».

As críticas à música – e ao próprio Spotify, por permitir que o tema faça parte da sua lista – multiplicaram-se nestes últimos dias. «Não devemos valorizar e partilhar musicas ou artistas de todas as áreas que fortaleçam a cultura da violação, que aumentem os dados do assassinato de mulheres», considera Tamara Naiz.

LEIA MAIS: Filha de Woody Allen revela toda a verdade sobre os abusos sexuais

De acordo com Naiz, este tipo de conteúdos «apregoam a violência, promovem a misoginia, criam traumas e dores». Se a música «é baixa, ao ponto de tornar a mulher num objeto despejado na rua, ela não serve a mulher, não a representa», considera ainda.

AVISO: todo o conteúdo que se segue só deve ser visto por maiores de 18 anos de idade. Clique aqui à sua responsabilidade

 

PUB
Top