Mudança de última hora: Morte afasta Carlos Daniel da noite eleitoral da RTP

Carlos Daniel era um dos três nomes avançados pela RTP para estar em estúdio a fazer a cobertura da noite eleitoral, mas acabou por não estar presente. À TV 7 Dias, o jornalista revela o motivo.

25 Jan 2021 | 21:30
-A +A

Ao contrário do que tinha sido avançado pela RTP, Carlos Daniel não esteve na equipa constituída para acompanhar as eleições presidenciais que determinaram a continuidade de Marcelo Rebelo de Sousa como chefe de Estado. Sem qualquer justificação, o jornalista, de 51 anos, não surgiu na antena da estação pública na emissão especial, tendo esta ficado a cargo apenas de José Rodrigues dos Santos e Ana Lourenço.

Em exclusivo à TV 7 Dias, Carlos Daniel justifica a sua ausência revelando que o pai morreu neste domingo. “O meu pai faleceu ontem”, confirma. José Maria de Sousa Ferreira Alves tinha 87 anos e perdeu a vida precisamente no dia para o qual o filho estava escalado para o acompanhamento jornalístico do ato eleitoral, acabando por afastá-lo da RTP à última hora.

O progenitor do profissional da estação pública era fundador da Gráfica de Paredes, tendo estado ainda ligado ao desporto, nomeadamente no União Sport Clube de Paredes, do qual foi jogador, treinador e dirigente.

 

Carlos Daniel chorou a morte de irmão há nove anos

 

José Maria de Sousa Ferreira Alves deixa dois filhos: Carlos Daniel e Miguel Ferreira Alves. Teve ainda um terceiro filho, Flávio, que morreu em fevereiro de 2012, na sequência de problemas cardíacos.

Sobre este desaparecimento repentino, o jornalista da RTP contava, há pouco mais de dois anos, em entrevista a Daniel Oliveira: “Eu sabia que o meu irmão tinha problemas de saúde, mas não achava que isso iria acontecer quando ele tinha 49 anos. Acordar sobressaltado a meio da noite… […] Foi um momento muito difícil.”

“Gosto de olhar para a vida do meu irmão e pensar que, à maneira dele, viveu como quis. […] Moderei um debate dias depois. Os convidados perceberam, mas no ar acho que ninguém percebeu”, acrescentou, em novembro de 2018, no programa da SIC “Alta Definição”.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top