Mulher de Bruno de Carvalho ameaçada de morte

Grávida de quase oito meses, Joana Ornelas vive momentos de pânico. Bruno de Carvalho teme pela sua segurança.

15 Fev 2018 | 12:01
-A +A

Estes últimos dias não têm sido fáceis para Bruno de Carvalho. Primeiro, foi a polémica conferência de imprensa, que o tornou alvo de piadas do público. Depois, a longa mensagem que escreveu no Facebook assumindo estar «cada vez mais infeliz» com a «ingratidão» de que é alvo enquanto Presidente do Sporting. Seguiu-se o ataque a Pimpinha Jardim nas redes sociais. E as notícias que davam conta de a ex-mulher lhe querer tirar a filha mais nova, Diana de três anos. 

Agora, é a atual mulher, Joana Ornelas, que está a ser ameaçada de morte. Grávida de quase oito meses, Joana tem recebido diariamente mensagens ameaçadoras e tem sido alvo de insultos. Bruno de Carvalho receia pela segurança da mulher, segundo avança a revista LUX.

Stress e pânico na reta final da gravidez

Tudo começou quando o convite de Joana Ornelas para a festa do 46.º aniversário do marido começou a circular no Facebook, juntamente com o seu número de telemóvel. Isto foi o início de um pesadelo para o casal que deu origem a uma série de graves acontecimentos.

Desde então, a mulher do líder leonino, que também é funcionária do Sporting, tem sido alvo de várias ameaças à sua integridade física. Esta situação, de extremo stress e pânico, está a afetar a saúde e gravidez de Joana, que já se encontra na reta final.

Apesar de todas as polémicas, o presidente leonino levou a sua avante e juntou os amigos para celebrar o aniversário. A filha mais nova de Bruno de Carvalho, Diana, também fez anos, três no dia 12 de fevereiro, e o líder dos leões juntou as festas, onde só estiveram familiares. Para assinalar o dia, Bruno de Carvalho partilhou uma foto onde aparece com Joana, as filhas, Ana Catarina e Diana, e a enteada.

Fotos: Reprodução Facebook e Impala

PUB
Top