Mulher que acusa Cristiano Ronaldo de violação quer jogador em tribunal

Advogados de Kathryn Mayorga, que diz ter sido violada por Cristiano Ronaldo, querem anular arquivamento do processo.

04 Out 2023 | 16:21
-A +A

O processo cível iniciado em 2018 já foi arquivado, mas os advogados de Kathryn Mayorga querem anular o arquivamento de modo a levar Cristiano Ronaldo a tribunal. Em causa estará, de acordo com a acusação, o erro da não consideração do acordo de confidencialidade. As equipas de advogados de Mayorga e Ronaldo encontram-se hoje (4) em tribunal e as próximas horas serão decisivas para o que irá acontecer.

Leia ainda: Joana Latino arrasa Georgina Rodríguez por ostentar luxo

Em causa estará o suposto pagamento de 357 mil euros a Mayorga. Que é visto como uma espécie de suborno por parte de Cristiano Ronaldo. Recorde-se que o caso remonta a junho de 2009, altura em que Mayorga diz ter sido violada pelo jogador português num quarto de hotel em Las Vegas, Estados Unidos da América. Acusação desde sempre negada por Cristiano Ronaldo. Em 2018, Mayorga de início a um processo judicial no estado do Nevada, no qual exigia ao jogador o pagamento de uma verba avultada. O caso foi arquivado em junho de 2022, com a juíza Jennifer Dorsey e considerar má conduta na gestão do caso e a condenar a utilização de documentos confidenciais obtidos de forma ilícita.

“A violação é um crime abominável que vai contra tudo o que eu sou e em que acredito”

Agora, os advogados da norte-americana tentam anular o arquivamento do processo. O argumento passa pelo erro do tribunal de não considerar as tentativas da cliente em incluir no processo o acordo de confidencialidade, assinado por ambos em 2010. E no qual está definido o pagamento efetuado pelo português. “A violação é um crime abominável que vai contra tudo o que eu sou e em que acredito”, disse Cristiano Ronaldo, através de comunicado, em outubro de 2018. A defesa do jogador sempre defendeu que o sexo foi consensual e que o acordo serviu apenas para que o mesmo não fosse tornado público.

Texto: Bruno Seruca
Fotos: Impala e reprodução Instagram
PUB