«Uma vergonha!» Namorado de Maria Botelho Moniz não cala revolta e arrasa ministro

Eduardo Cabrita anunciou em televisão o cancelamento de uma prova, na qual o namorado de Maria Botelho Moniz ia participar. Pedro Bianchi Prata descreveu este comportamento de «inqualificável».

13 Set 2020 | 16:10
-A +A

O namorado de Maria Botelho MonizPedro Bianchi Prata, demonstrou por palavras a revolta com uma decisão do ministro da Administração Interna. Em causa está o facto de Eduardo Cabrita ter informado o cancelamento da Baja TT do Pinhal, em direto na televisão, devido ao prolongamento da situação de alerta por risco de incêndio rural. A competição iria decorrer este sábado e domingo.

O companheiro da apresentadora iria competir nesta prova, que marcaria o seu regresso às competições de Todo-o-Terreno depois de uma paragem forçada provocada pela pandemia da COVID-19. Conhecido o veredito do ministro da Administração Interna, Pedro Bianchi Prata descreveu a «atitude e a decisão precipitada» de «inqualificável».

Eduardo Cabrita «anulou uma prova do campeonato do Mundo, sem avisar a organização ou as entidades que regulam o nosso desporto. E o mais grave é que anulou a prova pela televisão! Sou 100% a favor de tudo ser feito em segurança… Mas, antes de tomar decisões deste calibre, deveria no mínimo consultar a Proteção Civil da zona da prova, que não o fez! Alerta vermelho… Hoje estava calor, mas nada demais», defendeu o piloto, revoltado, numa mensagem partilhada nas redes sociais.

As duras críticas ao governante continuaram: «Há concorrentes que fizeram mais de 3500 km para estar aqui…. E agora? Quem fica com o prejuízo? Quem nos paga todo o dinheiro já gasto? Vai arranjar-nos uns subsídios, sr. ministro? Ou a minha profissão também não é valida como o futebol ou outros desportos?»

«Uma vergonha!», exclamou ainda o namorado de Maria Botelho Moniz, dizendo-se «com vergonha de os portugueses serem governados assim»«Que imagem levam os concorrentes estrangeiros do nosso Portugal?», questionou o piloto, «oito vezes Campeão Nacional de Enduro e TT, bicampeão da Europa de bajas e seis vezes finalista do Rally Dakar, sendo o piloto português da atualidade com mais medalhas do campeonato do mundo por selecções, contando já com dez», como adianta o próprio no seu site.

 

Decisão entretanto revertida

 

Poucas horas depois de ter sido conhecido o cancelamento da Baja TT do Pinhal, a Escuderia Castelo Branco informou, em comunicado, que conseguiu reverter a situação e que, em vez de ter sido cancelada, a competição foi adiada para 19 e 20 de setembro, ou seja, no próximo fim de semana.

«A solução encontrada foi aceite por entidades envolvidas e recebeu o aval das Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting e pela Federação de Motociclismo de Portugal. […] Os responsáveis da Escuderia Castelo Branco rapidamente procuraram uma solução que minimizasse os danos causados pelo cancelamento da prova em cima da hora e a competição ainda se realizasse em tempo útil», pode ler-se.

 

Foco na vitória

 

A prova é pontuável para a Taça do Mundo e Campeonato da Europa de Bajas e o piloto, que no início do ano alcançou o sexto lugar no Hispania Rally e um lugar de pódio entre os veteranos na jornada do Nacional de Enduro, que se disputou em Góis, só tem um objetivo: conquistar a vitória.

«Estou a aguardar com bastante expectativa esta Baja do Pinhal. Foi muito tempo parado», disse Pedro Bianchi Prata, em comunicado, para mais tarde acrescentar: «Durante agosto fizemos também um trabalho de preparação física, por isso estou motivado para que a Baja do Pinhal seja uma boa corrida. Por outro lado, esta é uma prova pontuável para o Campeonato da Europa e Taça do Mundo. Vamos ter em cada um deles duas provas cá em Portugal, o que é uma mais valia para os pilotos portugueses e para o nosso país. O último ano em que fui campeão da Europa foi em 2016 e estou com vontade de repetir o feito. Ainda falta muita corrida pela frente, mas vou dar tudo por tudo para fazer um bom resultado.»

Este é mais um motivo para o piloto sorrir, depois de, no mês passado, a Nova Gente ter noticiado a relação que este vive com Maria Botelho Moniz. A apresentadora, que vai ser o rostos dos Extras do reality show Big Brother – A Revolução, já disse que está «feliz», mas recusou-se a adiantar mais pormenores sobre o romance. Este é o primeiro namorado que se conhece à comunicadora depois da morte de Salvador Quintela, com quem iria casar-se no ano do fatídico acidente de viação, em 2014.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: D.R. e reprodução redes sociais

PUB
Top