“Não é uma moda”: Sofia Arruda volta a tocar no tema de assédio sexual

Sofia Arruda, de 32 anos, veio a público agradecer a “onda de amor” que recebeu depois de ter afirmado ter sido vítima de assédio durante as gravações de uma novela.

20 Abr 2021 | 12:30
-A +A

Sofia Arruda voltou ao tema do assédio do qual diz ter sido vítima e que resultou no seu afastamento do mundo da televisão. “Quero começar por agradecer toda esta onda de amor e de compaixão que tenho recebido depois da entrevista que dei no ‘Alta Definição’. São milhares de mensagens públicas e privadas e não conseguindo responder a todas as pessoas individualmente, deixo o meu agradecimento coletivo”, começou por escrever a atriz nas suas redes sociais.

Arruda afirma que “é impossível ficar indiferente ao eco” que a sua “declaração” provocou. “E apesar de todo o apoio, que agradeço profundamente, sei também que há várias questões que foram levantadas e a opinião pública quer respostas”, prossegue.

Adianta, porém, que “neste momento, a única coisa” que pode “dizer é que o assédio hétero e homossexual no meio audiovisual existe”. “É uma infeliz realidade, por isso, todas as pessoas que quiserem falar têm aqui alguém disposto a ouvir. Não é uma moda, é uma porta de esperança que, sem ter sido propositado, espero ter aberto”, termina.

A entrevista “mais transparente” de Sofia Arruda

Sofia Arruda diz que a conversa que manteve com Daniel Oliveira, no programa emitido pela SIC aos sábados, ao início da tarde, foi a “mais transparente” da sua vida. A atriz, que integra o elenco de “Patrões Fora”, acusou uma “pessoa com muito poder dentro de uma estação de televisão, dentro de uma produtora”, de ter tentado uma “atenção que não era profissional”.

“Era uma mão, num cumprimento, que ficava num sítio que não era suposto ou um beijo, num cumprimento, que me deixava constrangida”, contou.

Pode ver aqui as declarações de Sofia Arruda.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução Instagram

Veja também:
Há “muitas” vítimas: Sara Barros Leitão diz que é “testemunha” do assédio a Sofia Arruda
“O meu pai não morreu. Decidiu não aparecer”: Sofia Arruda recorda abandono do progenitor

 

PUB
Top