“Não esquecerei nunca”. Judite Sousa chora e assume divergência com Manuela Moura Guedes

Judite Sousa falou sobre o afastamento com Manuela Moura Guedes na entrevista que deu a Manuel Luís Goucha, na qual admitiu ter tentado por termo à vida.

07 Mai 2022 | 21:30
-A +A

Judite Sousa deu uma grande entrevista a Manuel Luís Goucha – a primeira desde que voltou ao trabalho, na CNN Portugal – e abriu o coração para falar da morte do filho. Durante a conversa, a jornalista falou de Manuela Moura Guedes e assumiu um “afastamento” com aquela que já foi uma das suas melhores amigas.

“O André foi criado por mim. O meu filho foi um produto meu, pela circunstância de ter vivido comigo a partir dos sete anos de idade”, começou por dizer, não contendo as lágrimas. “Sinto-me abençoada e muito agradecida aos amigos que tive durante muitos anos e que me ajudaram a criar o André. Estou a falar do José Eduardo Moniz e da Manuela Moura Guedes e da D. Mafalda, que é uma senhora que trabalha com eles, que é da família deles”, afirmou.

Judite Sousa contou um exemplo da forma como era ajudada, na altura, pelo casal. “O André saía do São João de Brito [um colégio em Lisboa], algumas vezes ia para a redação da RTP, na 5 de Outubro, fazer os trabalhos de casa, mas na maior parte das vezes ia para casa da Manela e eu saia às 21h30 da RTP, ia buscá-lo e ele já estava jantado“, recordou.

“E isso eu não esquecerei nunca. E sei que, apesar de todas as nossas divergências e afastamentos, eu sei que eles amavam o meu filho”, acrescentou ainda. “Por isso a tua voz tremeu”, atirou Manuel Luís Goucha. “É a vida, como eu costumo dizer”, respondeu Judite Sousa.

Judite Sousa admite que tentou por termo à vida

Nesta entrevista, transmitida nesta quinta-feira, 5 de maio, Judite Sousa admitiu que tentou o suicídio. “Houve uma situação que foi pública. Acontece com frequência. A morte de um filho tem uma dimensão completamente distinta… As pessoas caem numa situação limite, como aconteceu comigo”, disse.

Este episódio aconteceu em 2015. A jornalista foi encontrada em casa, inanimada, e transportada pelo INEM para o Hospital de São José, em Lisboa, onde esteve internada vários dias. Na altura, Judite Sousa disse ter-se tratado de uma “intoxicação alimentar”, mas várias notícias foram divulgadas dando conta de que se teria tratado de “excesso de medicação”.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Impala 

PUB