“Não nos víamos desde o Natal. Foi bonito”: Luísa Castel-Branco surpreendida pelos filhos

Luísa Castel-Branco festejou os 67 anos de uma forma especial. Foi surpreendia por filhos e marido, num dia que a ex-apresentadora acharia que seria triste. Saiba porquê!

13 Abr 2021 | 16:00
-A +A

Luísa Castel-Branco celebrou 67 anos nesta segunda-feira, 12 de abril, e assinalou a data de uma forma triste nas redes sociais. Mas… já lá vamos!

Contra tudo o que a ex-comentadora do “Passadeira Vermelha”, da SIC Caras, pensaria, foi surpreendida pelos filhos e marido, Francisco, de uma forma especial.

Fizemos esta surpresa”

Ao som de um acordeão, Luísa aparece a dançar com o “mais que tudo”, junto a uma piscina, de forma apaixonada. Inês Castel-Branco filmou a felicidade da mãe e partilhou o momento nas Instastories da sua conta oficial: “A minha mãe linda faz anos”, lê-se num dos vídeos. “E nós fizemos esta surpresa”, continua, dando também a conhecer que não estava com a progenitora há quase quatro meses. “Não nos víamos desde o Natal. Foi bonito”, revela.

 

 

Nas imagens pode ver-se a felicidade estampada no rosto da ex-apresentadora, que celebrou as 67 primaveras junto de quem mais ama.

Veja as imagens na nossa galeria.

“Recordo o meio sorriso tolhido”

Nesta segunda-feira, 12 de abril, dia em que celebrou mais um aniversário, Luísa Castel-Branco mostrou-se desanimada, chegando mesmo a preocupar alguns dos seguidores.

“Hoje faço 67 anos . E olho para esta menina que fui, não sei que idade tem, mas recordo o meio sorriso tolhido”, começou por escrever como legenda a uma fotografia de quando era pequenina.

Maldita pandemia que me roubou a alegria”

“Gostava de voar no tempo e quedar-me por minutos a falar-lhe ao ouvido. A dizer-lhe as verdades que aprendi e tudo o que chegada aqui, com 67 anos não sei . Gostava que a vida lhe tivesse sorrido mais e que ela fosse capaz de sonhar menos para não se desiludir tanto”, continua.

E acrescenta: “Mas se tivéssemos sonhado menos, de que valia ter vindo a este mundo? Maldita pandemia que me roubou a alegria”, finaliza.

Veja a publicação, em baixo.

Texto: Andreia Costinha de Miranda; Fotos: Reprodução

Leia também:
Luísa Castel-Branco recorda episódios de violência física e psicológica

PUB
Top