Não um, mas dois! Fátima Lopes deixa tardes da TVI… e programa de entrevistas

Além de deixar as tardes da TVI, Fátima Lopes vai perder o programa “Conta-me”, cuja condução dividia alternadamente com Manuel Luís Goucha. Pelo menos durante o seu próximo projeto.

26 Nov 2020 | 21:00
-A +A

Fátima Lopes, de 51 anos, vai mudar de vida em 2021. A apresentadora vai deixar o day time ao fim de 18 anos, praticamente dez dos quais à frente do vespertino “A Tarde é Sua”. Mas, na TVI, perderá também a condução de “Conta-me”, pelo menos enquanto estiver a apresentar o seu próximo programa.

“Enquanto a Fátima estiver no formato que temos para ela, ela não fará parte de ‘Conta-me’. Será feito pelo Manuel [Luís Goucha] e pela Maria [Cerqueira Gomes]”, revelou a Diretora de Entretenimento e Ficção da estação de Queluz de Baixo, Cristina Ferreira, à margem da apresentação à imprensa dos novos formatos diários do canal.

O formato de que a responsável fala é a versão portuguesa do original italiano “C’è posta per te”, transmitido pela Canale 5 desde 2020 e já adaptado em mais de 20 países. Em Portugal, vai estrear-se, aos sábados à noite, no primeiro trimestre do próximo ano.

“O programa, que vive de histórias reais, contadas pelos seus protagonistas, representa uma exaltação dos afetos, ou uma tentativa de reaproximação entre pessoas que por algum motivo perderam o seu vínculo de ligação: histórias de amor que terminaram com palavras por dizer; relações entre pais e filhos que sofreram roturas abruptas; amizades e paixões que o tempo deixou para trás…”, descreve a TVI.

Ou seja, Fátima Lopes vai dar voz a “histórias repletas de emoção e de sentimento, partindo da premissa de que que nunca é tarde para abrir o coração e procurar o entendimento”. “Dois lados da mesma história, uma mensagem enviada, e a esperança de que neste programa se reencontre o outro, se procure o perdão… ou somente se reafirme o amor”, promete ainda a estação.

 

Cristina Ferreira (ou qualquer outro) pode ir parar a “Conta-me”

 

Na sequência da confirmação de que Fátima Lopes está, para já, afastada de “Conta-me”, Cristina Ferreira lembrou ainda aos jornalistas que este programa “é um espaço da estação e que qualquer pessoa pode ser chamada a fazer uma entrevista”.

“Esse é o propósito desde o início. Eu própria posso ir ao ‘Conta-me’, o Cláudio [Ramos] pode ir ao ‘Conta-me’… Sempre que acharmos que, para aquela entrevista, é mais válida determinada pessoa fazê-la, por alguma ligação, por algum momento que nós saibamos que vai existir, é isso que vai acontecer. Aquele é um espaço de entrevistas da estação. Não é um espaço que seja do Manel, da Fátima ou da Maria”, sublinhou.

No caso concreto de Maria Cerqueira Gomes, que foi anunciada como sendo o novo rosto do programa há uma semana, numa emissão especial conduzida por Cristina Ferreira na TVI, a sua escolha prende-se “também com o crescimento de uma série de conversas que esta está a fazer para ‘Você na TV!'”. Trata-se da rubrica “Gente com Norte”, na qual a apresentadora entrevista figuras marcantes daquela região.

“Achámos que o ar fresco dela e o facto de ela ainda ser muito miúda a fazer determinado tipo de entrevistas poderia ser algo inovador dentro da estação e, por isso, ela está lá”, indicou ainda a também acionista da Media Capital, a empresa que detém a TVI.

Cristina Ferreira voltou ainda a frisar que tem “outras coisas planeadas” para Maria Cerqueira Gomes concretizar no ano de 2021. Mas, para já, o segredo é a alma do negócio.

 

O fecho de um ciclo para Fátima Lopes

 

Para Fátima Lopes, 2020 significa o fecho de um ciclo. A apresentadora estreou-se na condução de programas diários em 1998, na SIC, com um programa em nome próprio. Seguiu-se “SIC 10 Horas”, entre 2001 e 2005, e “Fátima”, até 2009. Nessa altura, disse adeus às manhãs e passou para as tardes, com “Vida Nova”, período em que esteve apenas um ano, até se mudar para a TVI.

Em Queluz de Baixo, depois do concurso “Agora é Que Conta”, Fátima Lopes substituiu Júlia Pinheiro e, desde 2011, conduz “A Tarde é Sua”. O vespertino vai terminar a escassos dias de completar dez anos de emissões para dar lugar a “Goucha”, o novo programa de Manuel Luís Goucha. As manhãs da TVI ficarão entregues a Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos, em “Dois às 10”.

 

Texto: Ana Lúcia Sousa e Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

 

VEJA TAMBÉM:
Fátima Lopes sofreu corte no salário? Cristina Ferreira acaba com as dúvidas

PUB