“Não vou a um centro comercial há anos”. Cristina Ferreira fala da falta de liberdade

Cristina Ferreira é uma das mulheres mais populares do nosso país e, por isso, tem a vida um pouco limitada. A diretora da TVI diz que, por isso, gosta de ‘fugir’ para o estrangeiro.

16 Mai 2022 | 9:00
-A +A

Na semana passada, Cristina Ferreira esteve no Algarve para acompanhar as gravações da temporada de verão de “Festa é Festa” e, à margem desse acontecimento, falou sobre a sua relação com os fãs e as limitações que a popularidade provocam na sua vida.

“Limita, acima de tudo, quando eu quero ser Cristina com os meus e com a minha família. É óbvio que, quando se está com pessoas que só querem mostrar o carinho delas, mas querem uma fotografia e que querem muito estar comigo, eu não consigo estar com o meu filho ou com os meus da mesma forma”, contou à TV 7 Dias, explicando que é fora do país que muitas vezes procura refúgio: “É nas minhas idas para o estrangeiro que consigo ter essa maior liberdade”.

Por cá, Cristina Ferreira costuma passar férias com a família em Vila Nova de Milfontes, no litoral alentejano. “Sinto-me mais protegida quando as pessoas sabem que já sou eu e não precisam de tirar fotografias. Não tanto por mim, mas pelas pessoas que estão à minha volta, que não têm de viver dessa forma condicionada porque esta foi uma escolha minha e não deles”, disse, revelando ainda algumas das coisas que já deixou de fazer devido à loucura dos fãs: “Não vou a um centro comercial há não sei quantos anos. Ao cinema, vou de vez em quando”.

Cristina Ferreira e o simbolismo ‘escondido’ do documentário de Kasha

Kasha e Cristina Ferreira juntaram-se na noite de quinta-feira, 12 de maio, para a transmissão do documentário “Sítio Bom”, que deu a conhecer ao público como era a vida do cantor dos D.A.M.A. antes de entrar no “Big Brother Famosos”. Mas, há alguns pormenores ‘escondidos’ no filme carregados de simbolismo e a TV 7 Dias revela-lhe quais são.

Apesar da estreia do documentário ter sido a 12 de maio, certo é que acabou já passado da meia-noite. O dia 13 de maio surge, assim, como uma data importante para Kasha, uma vez que também se assinala o Dia de Nossa Senhora de Fátima, cuja imagem o acompanhou durante a toda a participação no reality show da TVI. Recorde-se que a mãe de Francisco Maria Pereira (o verdadeiro nome do músico) lhe colocou uma imagem dentro na mala e este, quando se apercebeu, colocou-a ao pé da cama. “Dava-lhe um beijinho ao deitar e um beijinho quando acordava para estar com a minha mãe por perto”, confessou o artista, de 32 anos, dentro da casa.

Mas há mais! Leia tudo aqui.

Texto: Mariana de Almeida com Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução redes sociais

PUB