Nazaré: Rui vai ter com Duarte e acusa-o de roubar a Atlântida

No episódio desta noite de Nazaré, na SIC, Rui e Natália descobrem que foi Bernardo que roubou o quadro da empresa. De cabeça perdida, Rui vai ter com Duarte e faz-lhe graves acusações.

30 Set 2020 | 13:10
-A +A

No episódio de hoje de Nazaré, na SIC, Gil vai até ao bar do Hotel e convida Ana para surfar, mas esta diz-lhe que não porque tem trabalho e não pode sair. Sónia observa-os e, quando Gil sai, aproveita para contar a Ana que ele se passou no Mercado por Toni o ter filmado, sem querer. Ana fica intrigada.

Cortez vai até ao Mercado e diz a Toni que quer provar o seu café. Ermelinda, ao vê-lo, pergunta a Toni quem ele é e este explica que foi o homem que raptou Joaquim e que é uma pessoa perigosa e em quem não se deve confiar. Ermelinda fica intrigada e a pensar o que estaria Cortez a fazer no Lar, no outro dia.

Bernardo encontra-se com Cortez na loja de surf e conta-lhe que a Polícia Judiciária anda a investigar a sua ligação com o desaparecimento de Roberto. O criminosos pede-lhe uma lista de nomes e levanta-se para ir à casa de banho. Bernardo aproveita o momento, rouba-lhe o telemóvel e coloca uma escuta.

Rui acusa Duarte do assalto à Atlântida

Natália está de volta à empresa e conta a Rui que o cabelo que encontraram é de Bernardo e este, furioso, diz que tinha a certeza que Duarte estava por trás deste assalto. Natália diz-lhe que nada disto faz sentido, mas Rui sai apressado dizendo que as coisas não ficam assim.

Nazaré diz a Duarte que tem tudo orientado para o acompanhar ao tribunal quando são interrompidos por Rui, de cabeça perdida, que começa a acusar o irmão de ter roubado um quadro da Atlântida e de ter usado o primo para o efeito. Os dois trocam insultos.

Entretanto, Ismael está em casa e recebe um telefonema que o deixa eufórico. Sai a correr em direção ao Mercado e abraça Glória e Toni, dizendo que, à conta do vídeo que Toni fez, foi contactado pela Olimpus para fazer uma campanha.

No Restaurante, Dolores e Adolfo aguardam por Glória, que chega com muito pouca paciência. Adolfo comunica-lhes que é o novo Presidente do Mercado até que apresentem as suas candidaturas.

Joaquim fica tenso com a visita de Natália e entrega-lhe o batom que ela deixou em sua casa, algo constrangido. Natália, tentando uma aproximação, sugere que bebam um copo de vinho pois está a precisar de companhia e diz que Dolores nunca irá descobrir.

Toni e Vânia estão em casa quando recebem uma nova encomenda de café e Vânia diz que é impossível corresponderem, pois é uma encomenda que ultrapassa as suas capacidades. O casal comenta que não pode envolver mais pessoas no negócio.

Os medos de Alice

Na Quinta, o telemóvel de Alice toca novamente com o toque que faz despertar os seus medos quando Nazaré e Duarte estão de saída para o tribunal. A menina começa a ficar muito agitada e pede para não ficar sozinha e Duarte acaba por dizer a Nazaré que fique com ela em casa e vai sozinho ao tribunal.

No bar do Hotel, Amélia e Rui aguardam por Natália que chega e diz que teve de ir buscar uns esboços a casa de Joaquim. Rui comenta que podia ter enviado um estafeta e que Joaquim é um homem casado. Estão de saída para tribunal e o veterinário comenta que está confiante que vai ganhar a ação.

No Lar, Ermelinda pergunta a Olívia o que Cortez foi lá fazer e porque esteve a falar com Bernardo. Olívia comenta que o homem queria lá por a mãe e foi saber quais eram as condições. Já sozinhos, Olívia diz a Bernardo que já percebeu o esquema dele que sabe que foi ele que roubou o quadro da Atlântida.

Olívia está muito preocupada perante a determinação de Bernardo em querer provar a inocência de Joaquim e em colocar Cortez, de novo, na cadeia. Olívia pede-lhe que não lhe esconda mais nada.

 

Leia ainda:
Terror em Nazaré: Joaquim e Dolores são raptados e correm perigo de vida
Tragédia! Desvendamos-lhe o final de Nazaré

 

Texto e fotos: Divulgação SIC

PUB
Top