Nel Monteiro revela dificuldades no Você na TV!: «Não estou na miséria, vivo à rasca»

O cantor esteve no Você na TV!, da TVI, e explicou as polémicas que envolvem a filha mais velha e as dificuldades financeiras que enfrenta.

09 Set 2020 | 20:20
Nel Monteiro
-A +A

Nel Monteiro esteve esta manhã, dia 9, no programa Você na TV!, da TVI, para esclarecer as polémicas que envolvem a filha mais velha, de 50 anos, a ex-mulher e as finanças do cantor popular. Nel Monteiro, que vive dias difíceis tal como outros artistas devido à pandemia do novo coronavírus, fez questão de frisar que não «passa fome» apesar de a conta bancária já ter tido melhores dias e admitir estar a enfrentar dificuldades.

De costas voltadas com a filha mais velha, Lucinda, Nel Monteiro garante que lhe deixou e registou no seu nome o património que tinha quando se divorciou. «O património que eu fiz, sem ficar a dever nada a ninguém, deixei ficar no meu primeiro casamento, mas foi uma opção própria, ninguém me obrigou. Deixei ficar tudo. Nunca desapoiei o meu primeiro casamento. Ficou dinheiro no banco, enquanto o dinheiro durou tudo bem, quando acabou pediam-me ajuda e eu ajudava…», frisa.

«Sinto que fui um bom pai. Se ela tem alguma coisa a dizer que o diga»

 

O artista explica que ainda paga uma pensão de alimentos vitalícia à ex-mulher, a mãe de Lucinda [fixada em 300 euros por mês com agravamento de 10% ao ano». Contudo, Nel Monteiro admite sentir-se enganado porque só quando se lembrou de «pedir às finanças para deduzir em despesas o valor da pensão» é que descobriu que o Tribunal tinha decretado um «agravamento de 3% ao ano e não de 10%.» 

Nel Monteiro lamenta ainda que não tenha contacto com a filha mais velha, nem com a sua família. «Sei que tenho uma neta, mas ela nem sequer sabe que tem avô. Não lhe devo nada. Deixei-lhe o património. Gastei muito com ela. Eu sinto que fui um bom pai. Se ela tem alguma coisa a dizer que o diga», atira.

Nas redes sociais, Nel Monteiro tem sido alvo de vários comentários negativos, nomeadamente por ter falado abertamente sobre as dificuldades que os cantores populares atravessam neste momento,  o que leva o cantor a falar em bullying digital.

«Estou muito triste [com os comentários das redes sociais]. Eu estou a justificar o que fiz ao património. Eu não estou na miséria. Estamos todos mal em geral. Eu toda a minha vida fiz uma vida de acordo com a minha agenda. Agora temos aquilo tudo mensal e não há dinheiro para pagar», admite.

«Não estou na miséria, vivo à rasca» 

 

Já Júlia, a atual mulher de Nel Monteiro, conta que até a filha de ambos já foi vítima de bullying. «A minha filha já evita acompanhar-nos para não se expor. Há sempre comentários maus». 

«Não estou na miséria, vivo à rasca, mas não estou à espera que o Estado me dê nada. Devia dar porque eu, desde os 18 anos e até aos 65 anos, estive sempre a descontar para a Segurança Social e nunca tive uma baixa. Tenho duas reformas, uma delas foi sempre para a casa, a outra para a minha ex-mulher. Portanto, fico limpo. Direitos de autor é ‘nicles’, não há vendas… ainda ontem foi-me cancelado um espetáculo. Eu nunca cruzei os braços à espera que o Estado me desse nada. Eu espero que o Estado se lembre de nós. O Estado vive do povão, eu sou o povão, eu sou um cantor popular…».

Texto: Ricardina Batista; Fotos: Impala
Leia ainda:
Nel Monteiro revela segredos: «Passei muito mal, fiquei muito magro»

PUB
Top