Neonazi nas tardes da RTP: Fundação da McDonalds não analisa «vida das famílias»

Cláudio Cerejeira, conhecido neonazi e hammerskin, esteve com a mulher no programa da RTP A Nossa Tarde. O casal tem trigémeos e é apoiado pela Fundação Ronald McDonald, que se demarca da polémica.

06 Nov 2019 | 11:37
-A +A

Depois de, esta terça-feira, 5 de novembro, a RTP ter explicado a presença do Cláudio Cerejeira no programa A Nossa Tarde, apresentado por Tânia Ribas de Oliveira, agora é a vez da Fundação Infantil Ronald McDonald dar explicações.

Cláudio Cerejeira e a mulher, Cláudia são pais de trigémeos. O casal recebe apoio da fundação criada pela cadeia de restaurantes norte-americana Mcdonalds. Em Portugal, esta Instituição Particular de Solidariedade Social de utilidade pública «desenvolve e lidera programas que contribuem para o bem-estar das crianças e das suas famílias.» Na prática, a Fundação Infantil Ronald McDonald presta apoio a famílias de crianças que estão doentes.

Segundo o comunicado enviado às redações, «a informação sobre a vida das famílias, para além da que decorre da circunstância do tratamento hospitalar das suas crianças, não é do conhecimento da Fundação». Na prática, esta IPSS não tinha conhecimento de que Cláudio Cerejeira tem duas condenações por agressões, é assumidamente skinhead (foi revelada numa investigação do Expresso, em 2016) e esteve envolvido nas agressões que culminaram na morte de Alcindo Monteiro, em 1995.

No comunicado, a Fundação que está em Portugal desde 2000, explica ainda quais os critérios que uma família tem de preencher para receber apoio numa das Casas Ronald McDonald.

«O encaminhamento destas famílias com crianças que necessitam de tratamento hospitalar é feito através dos serviços sociais dos hospitais parceiros da Fundação Infantil Ronald McDonald. Através de protocolo, e tendo também em conta o número limitado de quartos existentes nas Casas, existem critérios específicos para a referenciação e encaminhamento de famílias, tais como a avaliação socioeconómica das mesmas, a distância da residência habitual das famílias ao hospital onde as crianças se encontram em tratamento, ou as situações de crianças com necessidade de internamento prolongado, como é o caso da família referida», pode ler-se.

Ao longo dos vários anos, foram já muitas as famílias acolhidas nas Casas que participaram em programas de televisão, partilhando o seu testemunho. Da mesma forma, a participação desta família no programa A Nossa Tarde da RTP, no passado dia 24 de outubro, teve exclusivamente como objetivo reforçar a importância da proximidade da família junto de filhos doentes.».

Casal esteve no programa de Tânia Ribas de Oliveira

Cláudio e Cláudia estiveram no programa das tardes da RTP1 no dia 24 de outubro. Cláudia foi inicialmente entrevistada por Tânia Ribas de Oliveira e falou sobre os tratamentos que fez para poder ser mãe. Nos bastidores estava Cláudio Cerejeira com os três filhos do casal. Mais tarde, a apresentadora da RTP entrevistou Cláudio.

Esta terça-feira, 5 de novembro, a RTP explicou o caso em comunicado, remetendo responsabilidades para a Fundação Ronald McDonald, da qual Tânia Ribas de Oliveira é embaixadora. Apesar de o DN ter escrito que Tânia Ribas de Oliveira iria reagir em comunicado, tal ainda não foi confirmado.

A TV 7 Dias entrou em contacto com Cláudio Cerejeira que preferiu não prestar declarações.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: redes sociais e RTP

 

Veja mais:
Tânia Ribas de Oliveira entrevistou pai de trigémeos que, afinal, é neonazi e condenado
Cristina Ferreira sobre Mário Machado: «Nunca foi pessoa que me interessasse conhecer»

PUB
Top